Aproveite a luz do sol em casa e economize na conta de energia

Janelas bem posicionadas, vidros, cortinas: conheça as opções para clarear casas e apartamentos

Aprenda a aproveitar a luz do sol em casa e economize na conta de luz

Aproveitar a claridade natural é um jeito de deixar o ambiente mais fresco, aconchegante e, o melhor, de economizar com a conta de luz! Não importa se você mora em casa, apartamento ou em um imóvel que ainda está para construir: sempre dá para adotar medidas que vão iluminar melhor os cômodos. Conheça algumas aqui!

Para quem mora em apartamento

O truque está na escolha das cortinas e persianas. “O ideal é usar um tecido mais grosso, como linho, algodão ou sarja, forrado com blackout, que passe luminosidade e também filtre os raios solares mais fortes, ou toda a luminosidade quando necessário”, indica a designer de interiores Marina La-Gatta de Araujo. Se o seu apartamento possui varanda, você pode optar por persianas rolo. ”Elas barram os raios UV e têm diversos níveis de intensidade”, afirma a designer.

Outra dica está na cor da parede e no tipo de piso, pois eles também podem ajudar na circulação da claridade. “Tons vibrantes, como laranja, amarelo e azul, iluminam e costumam dar uma sensação mais fresca aos ambientes. Pisos vinílicos e pisos frios, como porcelanatos, cerâmicas, mármores e granitos também contribuem para que os cômodos fiquem mais frescos, pois absorvem menos calor. Já pisos de madeira natural e laminados aquecem o ambiente”, explica Marina.

Para quem vai reformar a casa

Se você acha que a luz do dia não está sendo bem aproveitada na sua casa, opte, por exemplo, pelas claraboias, que são aberturas no alto da casa que permitem a entrada de luz e passagem de ventilação. “A construção é simples e pode ser feita em casas térreas ou sobrados”, afirma a designer. “Outra opção é trocar alguma parede de passagem por tijolos de vidro ou elementos vazados que deixam entrar claridade e ventilação natural”, completa.

Para quem vai construir

O aproveitamento da luz do dia começa na planta do imóvel, feita pelo arquiteto. O ideal é que a luminosidade esteja presente nos cômodos pelo maior tempo possível. Porém, é preciso levar em conta as diferentes intensidades do sol ao longo do dia. “O sol da manhã é mais ameno, portanto é melhor posicionar quartos, salas e cozinha para que recebam os raios neste horário. Já o sol da tarde será mais bem aproveitado em espaços abertos, como varandas ou áreas de lazer”, informa a designer.

A claridade pode entrar na casa por cima ou pelos lados. Para aproveitar a luz que vem de cima, prefira claraboias ou um teto de vidro, que pode ser sustentado por estruturas de alumínio ou madeira. Para a luminosidade que chega pelas laterais, aproveite as janelas: quanto maior a abertura, melhor o resultado. Você também pode optar por outras peças de vidro, como portas e tijolos. “É bom estar atento se o vidro é temperado, pois ele não se parte em grandes lascas quando quebra”, aconselha Marina.




comentários



}); //fim script