7 museus imperdíveis para conhecer a cidade de São Paulo - Konkero

7 museus imperdíveis para conhecer a cidade de São Paulo

Localizados principalmente no centro da capital, acervos culturais guardam boa parte da história da cidade – e podem ser visitados de graça!

Será que você conhece os acontecimentos mais importantes da história de São Paulo? E, que apesar de não ter sido a capital do Brasil, a cidade abrigou personagens importantes da história do país? Isso e muito mais você pode descobrir de graça nos museus espalhados pela cidade. Fique por dentro de sete alternativas e saiba o que elas reservam para você!

1. Museu do Tietê

Nem todo mundo sabe, mas o rio Tietê já foi palco de importantes competições esportivas, como remo, natação e até saltos ornamentais! Estas e muitas outras curiosidades sobre a história do rio mais famoso de São Paulo estão no Museu do Tietê, localizado dentro do Parque Ecológico do Tietê, na zona leste. Lá, você encontra fotos, informações e amostras de água das várias cidades por onde ele passa. O parque também conta com trilhas, quadras esportivas, ciclovias e uma biblioteca com livros, maquetes e mapas do rio – tudo de uso gratuito! Se quiser uma visita monitorada com educador, é preciso agendar horário.

Horário: Das 8h às 17h.

Endereço: Rua Guira Acangatara, 70, Cangaíba – São Paulo.

Contato: (11) 2958-1477.

Mais informações aqui.

2. Museu da Energia de São Paulo

Por meio de equipamentos e atividades interativas, o museu conta a história do desenvolvimento da indústria, da urbanização e da energia na capital. A casa onde fica o centro também é histórica: pertenceu a Henrique Santos Dumont, irmão do aviador Alberto Santos Dumont. Atualmente, o local está com a exposição “Tempos de energia”, que expõe aparelhos domésticos antigos e maquetes de sistemas de geração de energia.

Horário: De terça a sábado, das 10 às 17h.

Endereço: Alameda Cleveland, 601, Campos Elíseos – São Paulo.

Contato: (11) 3333-5600.

Mais informações aqui.

3. Memorial de 32

O dia 9 de julho de 1932 foi uma das datas mais marcantes na história dos paulistanos: neste dia, aconteceu a Revolução Constitucionalista de 32, também conhecida como Guerra Paulista. A revolução tinha como objetivo derrubar o governo da época e instaurar uma nova constituição no país. Toda a história dessa luta pode ser conferida no Centro de Estudos José Celestino Borroul, o Memorial de 32, que reúne mais de quatro mil livros e 150 mil jornais sobre a revolução.

Horário: De segunda a quinta, das 12 às 18h.

Endereço: Rua Benjamin Constant, 158, 4° andar, Sé – São Paulo.

Contato: (11) 3104-5050.

Mais informações aqui.

4. Edifício Copan

Um dos principais cartões postais de São Paulo, o edifício Copan foi projetado nos anos 50 pelo arquiteto Oscar Niemeyer. A construção é famosa pelas linhas em formato de ondas. O Copan também é conhecido por ser praticamente uma cidade dentro de São Paulo: o edifício conta com 1.160 apartamentos residenciais e aproximadamente cinco mil moradores. A vista do alto vale a pena: você observa a cidade a 115 metros de altura (35 andares). Se quiser visitar o local em um grupo com mais de 10 pessoas, precisa agendar um horário com antecedência por e-mail: [email protected].

Horário: De segunda a sexta, às 10h30 ou às 15h30.

Endereço: Avenida Ipiranga, 200, República – São Paulo.

Contato: (11) 3259-5917.

Mais informações aqui.

5. Bovespa

O prédio da Bolsa de Valores de São Paulo (BM&F Bovespa) pode ser visitado gratuitamente de segunda a sexta-feira. Além de conhecer pessoalmente a Bolsa, você pode aprender sobre a história do local e da economia brasileira, por meio do museu e do cinema 3D da Bovespa.

Horário: De segunda a sexta-feira, das 9 às 17h.

Endereço: Rua XV de novembro, 275, Centro – São Paulo.

Contato: (11) 2565-6826.

Mais informações aqui.

6. Solar da Marquesa

Localizado no centro da cidade, o Solar da Marquesa tem esse nome porque era a casa da Marquesa de Santos, uma das mais famosas amantes do imperador Dom Pedro I. Ela morou no imóvel entre os anos de 1834 e 1867 e realizou muitas festas no local. Apesar de ter passado por algumas reformas por conta dos moradores posteriores, a casa mantém parte da arquitetura de quando abrigava a dama paulista. Atualmente, está em cartaz no local uma exposição com quadros, documentos, objetos e móveis que contam a história da Marquesa.

Horário: De terça a domingo, das 9 às 17h.

Endereço: Rua Roberto Simonsen, 136, Sé – São Paulo.

Contato: (11) 3241-1081.

Mais informações aqui.

7. Casa Modernista

Esta casa é a primeira obra de arquitetura modernista do Brasil. Ela foi planejada pelo arquiteto Gregori Warchavchik em 1927 e construída em 1928. Até os anos 70, o arquiteto e a esposa Mina Klabin (filha de um dos principais industriais da cidade) moraram na Casa Modernista com os filhos. Hoje, a casa virou museu e objeto de estudo de arquitetos do mundo todo.

Horário: De terça a domingo, das 9 às 17h.

Endereço: Rua Santa Cruz, 325, Vila Mariana – São Paulo.

Contato: (11) 5083-3232



Mais informações aqui.

Veja também!

Quer mais cultura de graça na capital? Confira quatro museus (gratuitos!) que não podem ficar de fora da sua lista.


Precisando de dinheiro?
Solicite empréstimo pessoal online no ibi Digital.