Não passou no concurso público? Saiba como voltar ao mercado de trabalho

Sem desespero! Você pode mudar o rumo da sua carreira e tentar uma vaga no mercado de trabalho. Confira as cinco etapas principais para ter sucesso nessa nova fase

Não passou no concurso público? Saiba como voltar ao mercado de trabalho

Muito estudo e determinação são necessários para quem vai tentar a carreira pública. Mas, infelizmente, nem sempre dá para ser aprovado logo nas primeiras tentativas. Se você está chateada porque todo o esforço feito não trouxe o resultado esperado, não desanime! Pense no quanto você aprendeu nesse último ano e reúna todas as suas forças para voltar ao mercado e conquistar seu espaço nas empresas privadas.

Cinco passos para voltar com tudo ao mercado de trabalho!

1. Turbine o currículo

Além de rever o seu currículo e garantir que ele segue as melhores dicas para chamar a atenção do entrevistado, que tal adicionar a informação sobre esse período de estudos? Afinal, se você passou o último ano estudando bastante, isso significa que você adquiriu mais conhecimentos – o que conta pontos, principalmente se os estudos complementam sua área profissional.

2. Faça perfis nas redes sociais

Cadastrar o seu currículo em redes sociais é uma boa alternativa para mostrar que você está disponível novamente no mercado de trabalho. A rede social Linkedin, por exemplo, funciona como um currículo online e costuma ser uma rede importante entre os profissionais que procuram perfis compatíveis com as vagas das empresas. Portanto, não deixe de criar o seu perfil por lá!

3. Encontre as melhores vagas

Mas não basta só montar um perfil em redes sociais! Cadastre o seu currículo em sites de emprego – principalmente nos gratuitos! – e conheça as vagas que estão disponíveis atualmente. O portal InfoJobs, por exemplo, é um exemplo de site que não cobra para mostrar as vagas, inclusive de estágios. O Empregos.com.br também oferece um serviço gratuito e só na área de TI, por exemplo, tem mais de 6 mil vagas cadastradas! Já a Catho cobra uma mensalidade, apesar de oferecer sete dias gratuitos para você experimentar o site. Mas tenha cuidado se escolher essa opção! Para ter acesso aos sete dias gratuitos, você deverá fazer uma assinatura e escolher uma forma de pagamento. Então, se não cancelar seu perfil no último dia, pagará o valor mensal.

4. Invista em você

Essa pode ser uma boa hora para melhorar ainda mais a sua formação! Enquanto você não se recoloca no mercado, procure por cursos online gratuitos. Afinal, eles trazem conhecimentos importantes e são mais uma experiência para você colocar no currículo! E que tal estudar com os melhores professores do mundo – sem pagar nada por isso? Pois é! Algumas universidades internacionais fizeram versões online e gratuitas dos cursos que oferecem, e você ainda consegue um certificado. Aproveite essa chance!

5. Mande bem na entrevista

Finalmente, quando agendar uma entrevista, não deixe de explicar porque você decidiu prestar o concurso público e porque quer voltar ao mercado de trabalho dessa vez. Afinal, dedicar boa parte do seu tempo para passar nas provas demonstra qualidades como determinação e comprometimento. Então, não fale sobre essa experiência como um fracasso, mas mostre o quanto você aprendeu com ela!

Quero tentar outra vez!

Não passar no concurso público de primeira é comum e isso não significa que você deve desistir – mesmo se a grana estiver apertada. Ficar afastado do mercado de trabalho para manter o foco nos estudos seria a situação ideal, mas nem sempre dá para abrir mão de um salário… Então, se você não passou dessa vez e quer continuar tentando, que tal combinar os estudos com trabalhos informais, como um bico? Assim você controla a sua rotina e não deixa de ganhar dinheiro! O trabalho de revendedora, por exemplo, é uma opção de trabalho bem legal e que pode ser feito dentro da sua casa ou ao redor do bairro onde mora.

Gostou da ideia? Saiba mais sobre o trabalho de uma revendedora. 



Solicite seu empréstimo

Guilherme Prado: graduado e mestre em administração de empresas pela EAESP-FGV. Empreendedor há 21 anos, escreve sobre finanças pessoais há 8 anos.

Siga-nos nas redes sociais

Copyright © 2020 FinanZero. Todos os direitos reservados.

Regras de uso do site Política de privacidade
Google Safe Secured SSL