Vale a pena reformar o imóvel antes de vender?

Confira se vale investir num imóvel que será vendido

Quem coloca um imóvel à venda pretende conseguir um bom preço nele. Afinal, a pessoa que se desfaz de uma casa geralmente vai comprar outra ou investir esse dinheiro em coisas diferentes.

É por isso que muitos proprietários acabam reformando o espaço antes de colocá-lo à venda. Mas será que a reforma valoriza o imóvel?  Será mesmo que dar aquele trato no apartamento é garantia de uma boa negociação?

Pois saiba que, dependendo do que for feito, o resultado pode ser o contrário. Não entendeu? Então confira nossas dicas e não gaste dinheiro à toa!

O que reformar antes da venda

Vale reformar aquilo que enche os olhos de quem vai comprar. Ou seja, reformas estéticas: trocar pisos, azulejos, pintar as paredes e outras coisas que a pessoa repara de primeira.

Nesses casos, é legal colocar tons neutros e que não chamam muito a atenção. Nada de inovar com um piso diferente ou um azulejo estampado – isso é questão de gosto e, se não agradar o futuro proprietário, poderá empacar a venda.

Reformas na parte hidráulica e elétrica devem ser feitas se esses itens estiverem muito mal conservados. Fora isso, é melhor deixar para o novo proprietário.

O que não vale a pena mexer

Grandes reformas na estrutura. Alterar a planta original pode desvalorizar e até desanimar a pessoa que ia comprar o imóvel. Deixe esse tipo de mudança grande para o novo dono!

Também não vale a pena gastar dinheiro com itens adicionais, como mudar o jardim, construir um quarto a mais, aumentar a garagem, fazer uma cozinha americana e etc.

Boa parte dos compradores de imóveis usados quer reformar a casa de acordo com o próprio gosto e necessidade. Por isso, só altere o que for realmente necessário!

Se o orçamento está apertado não vale reformar

Se o orçamento está justo, não vale pegar um empréstimo apenas para reformar um imóvel que será vendido. O custo do empréstimo pode superar rapidamente valorização do imóvel. Além disso, se o imóvel demorar para ser vendido, o empréstimo pode sair do controle.




comentários