Refinanciamento de Imóvel: onde fazer

Você sabia que pode utilizar seu imóvel como garantia de pagamento de um empréstimo? Confira quais são as condições gerais dos principais bancos.

Refinanciamento de imóvel nada mais é do que pedir um empréstimo e colocar o seu bem como garantia pelo pagamento dele. Se você possui um imóvel em seu nome, quitado e com a documentação em dia, essa pode ser uma boa opção. Vale lembrar que esta deve ser uma decisão tomada com muita cautela, pois caso você não consiga pagar pelo empréstimo e nem renegociá-lo, o banco ou financeira poderá leiloar seu imóvel para quitar a dívida.

Com o imóvel garantindo o pagamento pelo empréstimo, os bancos e financeiras costumam oferecer condições melhores a seus clientes. Uma das grandes vantagens é a menor taxa de juros em relação a outros tipos de empréstimo, além de um prazo mais longo para pagamento, o que permite um crédito maior com parcelas mais acessíveis.

Onde contratar o empréstimo com garantia de imóvel

Grandes bancos como Bradesco, BB, Caixa, Santander, Itaú e Citibank costumam oferecer este tipo de empréstimo somente para correntistas. Se você já tem conta ou bom relacionamento em um desses bancos, vale a pena consultá-los. Além disso, há bancos médios que tem forte atuação em refinanciamento e que possuem  pessoas especializadas para te atender. A vantagem, nesse caso, é que você vai ser atendido por pessoas que entendem mais do produto e o processo de aprovação costuma ser mais ágil.

Em sua maioria, os bancos e financeiras aceitam imóveis residenciais ou comerciais como garantia e, antes de aprovar o refinanciamento, eles fazem uma análise do seu crédito e avaliação do valor do imóvel. É comum também eles exigirem um valor mínimo e máximo para ser solicitado, geralmente o crédito está limitado a 60% do valor avaliado do imóvel.

Com juros a partir de 1,15% ao mês, o refinanciamento de imóvel da Creditas está entre as melhores alternativas do mercado. Solicite a sua proposta clicando aqui.

 

Confira abaixo a relação das condições gerais exigidas pelos principais bancos para o refinanciamento de imóvel.

Refinanciamento de imóvel no Bradesco

  • É necessário ser correntista;
  • Aceita imóvel residencial ou comercial no nome do solicitante (somente é aceito em nome de terceiro caso este não seja o único imóvel que ele possua), quitado e com a documentação em dia;
  • O empréstimo pode comprometer até 60% do valor do imóvel;
  • Taxa de juros é divulgada de acordo com análise feita pelo banco;
  • Prazo de pagamento de até 10 anos.

Veja quais são as regras para o refinanciamento de imóvel no Bradesco.

Refinanciamento de imóvel na Caixa

  • É necessário ser correntista;
  • Aceita imóvel residencial ou comercial no nome do solicitante, quitado e com a documentação em dia;
  • Crédito de R$ 20 mil a 60% do valor do imóvel;
  • Taxa de juros não informada;
  • Prazo de pagamento entre 1 e 20 anos.

Veja quais são as regras para o refinanciamento de imóvel na Caixa.

Refinanciamento de imóvel no Santander

  • É necessário ser correntista;
  • Aceita imóvel residencial ou comercial no nome do solicitante, quitado e com a documentação em dia;
  • O valor mínimo do imóvel precisa ser de R$ 70 mil;
  • Crédito de R$ 30 mil a R$ 2 milhões, não ultrapassando 60% do valor do imóvel;
  • Taxa de juros não informada;
  • Prazo de pagamento entre 1 e 20 anos.

Veja quais são as regras para o refinanciamento de imóvel no Santander.

Refinanciamento de imóvel no Banco do Brasil (BB)

  • É necessário ser correntista;
  • Só aceita imóvel residencial no nome do solicitante, quitado e com a documentação em dia;
  • Crédito entre R$ 20 mil e R$ 3 milhões, não ultrapassando 60% do valor do imóvel;
  • Taxa de juros a partir de 1,75% ao mês;
  • Pagamento em até 15 anos.

Veja quais são as regras para o refinanciamento de imóvel no Banco do Brasil.

Refinanciamento de imóvel no Itaú

  • É necessário ser cliente Itaú Personnalité;
  • Aceita imóvel residencial ou comercial no nome do solicitante, quitado e com a documentação em dia;
  • Taxas de juros e prazo de pagamento não divulgadas.

Veja quais são as regras para o refinanciamento de imóvel no Itaú.

Refinanciamento de imóvel no Barigui

  • Aceita imóvel residencial ou comercial no nome do solicitante;
  • Costuma liberar o empréstimo mesmo que o imóvel não esteja totalmente quitado;
  • Valor do empréstimo de até R$1,5 milhão, não ultrapassando 50% do valor do imóvel;
  • Taxa de juros a partir de 1,22% ao mês;
  • Pagamento em até 15 anos.

Veja quais são as regras para o refinanciamento de imóvel no Barigui.

Refinanciamento de imóvel na BV Financeira

  • Aceita imóvel residencial ou comercial no nome do solicitante, quitado e com a documentação em dia;
  • Valor mínimo do imóvel não informado;
  • Crédito mínimo de R$40 mil e máximo de R$ 1 milhão, não ultrapassando 60% do valor do imóvel;
  • Taxa de juros varia conforme a análise de crédito;
  • Pagamento em até 20 anos.

Veja quais são as regras para o refinanciamento de imóvel na BV Financeira.

Refinanciamento de imóvel na Domus

  • Aceita imóvel residencial ou comercial no nome do solicitante, quitado e com a documentação em dia;
  • Valor mínimo para imóveis localizados em capitais é de R$ 200 mil e para imóveis localizados em outras cidades R$ 150 mil;
  • Taxa de juros de 1,15% ao mês;
  • Crédito mínimo de R$ 50 mil e máximo de R$ 1 milhão;
  • Prazo de pagamento entre 5 e 15 anos.

Veja quais são as regras para o refinanciamento de imóvel na Domus.

Refinanciamento de imóvel no Daycoval

  • Aceita imóvel residencial e comercial no nome do solicitante, quitado e com a documentação em dia;
  • O valor mínimo do imóvel precisa ser de R$ 100 mil;
  • Crédito mínimo de R$ 50 mil e máximo de R$ 1 milhão, limitado a 60% do valor do imóvel;
  • Taxa de juros a partir de 1,90% ao mês;
  • Pagamento em até 15 anos.

Veja quais são as regras para o refinanciamento de imóvel no Daycoval.

Refinanciamento de imóvel no Intermedium

  • Aceita imóvel residencial ou comercial no nome do solicitante, quitado e com a documentação em dia;
  • O valor mínimo do imóvel não divulgado;
  • Crédito mínimo de R$50 mil e máximo de até 50% do valor do imóvel;
  • Taxa de juros a partir de 1,40% ao mês + IPCA;
  • Pagamento em até 15 anos.

Veja quais são as regras para o refinanciamento de imóvel no Intermedium.

Refinanciamento de imóvel no Citibank

  • É necessário ser correntista;
  • Aceita imóvel residencial ou comercial no nome do solicitante, quitado e com a documentação em dia;
  • Crédito mínimo de R$ 50 mil, não ultrapassando 60% do valor do imóvel;
  • Taxa de juros não informada;
  • Pagamento entre 5 e 20 anos.

Veja quais são as regras para o refinanciamento de imóvel no Citibank.

Refinanciamento de imóvel na ImovCredi

  • Aceita imóvel residencial ou comercial no nome do solicitante, quitado e com a documentação em dia;
  • O valor mínimo do imóvel precisa ser de R$ 100 mil;
  • Crédito mínimo de R$ 50 mil e máximo de R$ 1 milhão, não ultrapassando 60% do valor do imóvel;
  • Pagamento entre 5 e 10 anos.

*Atenção! Desde o mês de Maio/2016 a ImovCredi não comercializa mais o Refinanciamento Imobiliário. Para maiores informações, os clientes podem entrar em contato com o Paraná Banco.

Veja quais são as regras para o refinanciamento de imóvel na ImovCredi.

Refinanciamento de imóvel na Novi

  • Aceita imóvel residencial ou comercial no nome do solicitante, quitado e com a documentação em dia;
  • O valor mínimo do imóvel precisa ser de R$ 150 mil;
  • Crédito mínimo de R$ 50 mil e máximo de R$ 2 milhões, não ultrapassando 50% do valor do imóvel;
  • Taxa de juros a partir de 1,30% ao mês;
  • Prazo para pagamento entre 1 e 15 anos.

Veja quais são as regras para o refinanciamento de imóveis na Novi.

*As informações acima divulgadas foram obtidas nos sites dos bancos em 27/07/2017 e estão sujeitas a alterações. 

Quer procurar o refinanciamento com as melhores taxas?

Agora é possível solicitar propostas para o refinanciamento de forma online. A Creditas oferece o refinanciamento de veículo e imóvel com taxas de juros competitivas. Clique abaixo para solicitar suas propostas agora:

Saiba mais sobre o refinanciamento de imóvel!




comentários