Quando refinanciar o seu imóvel

No refinanciamento de imóvel você deixa sua casa como garantia do pagamento de um empréstimo. Descubra qual é o momento ideal para refinanciar o seu imóvel!

Se você já tem um imóvel em seu nome e precisa de crédito, pode optar pelo refinanciamento imobiliário. Com ele, dá para conseguir juros mais baixos do que em outras linhas de crédito, além de prazos maiores para o pagamento.

Gostou da ideia? Então, confira três situações em que refinanciar o imóvel pode ser um bom negócio.

Quando pegar um empréstimo com garantia de imóvel

1. Para reformar a sua casa

Com o refinanciamento você consegue o dinheiro que precisa para reformar o imóvel e pode pagar em mais tempo, para não se apertar. É uma boa se você mora com algum parente e precisa de mais um cômodo na casa.

2. Para investir no seu negócio

Se você precisa ampliar a empresa, divulgar o serviço, reformar o espaço ou ter capital de giro no seu negócio, pode procurar um refinanciamento, pois ele tem taxas de juros melhores do o empréstimo pessoal, por exemplo.

3. Para quitar dívidas mais caras

O dinheiro do refinanciamento pode ajudá-lo a quitar outras dívidas que têm juros altos, como cartão de crédito e cheque especial. Assim você concentra todas as parcelas em apenas um empréstimo.

Onde contratar o empréstimo com garantia de imóvel

Diversas instituições oferecem esse tipo de crédito e, com isso, as condições variam de um banco para o outro. Lembre-se de comparar as condições oferecidas e escolher principalmente a que tiver a menor taxa de juros, afinal, quanto menor a taxa, menos você pagará ao final do empréstimo.



Com juros a partir de 1,15% ao mês, o refinanciamento de imóvel da Creditas está entre as melhores alternativas do mercado. Solicite a sua proposta clicando aqui.

Fique de olho!

Antes de fazer o refinanciamento da sua casa, avalie o Custo Efetivo Total (CET) desse empréstimo. Ele mostra exatamente quanto você vai pagar pelo dinheiro que quer pegar.

E lembre-se: o refinanciamento é uma nova dívida. Por isso, você precisa analisar se poderá pagar as parcelas em dia para não correr o risco de perder sua casa para o banco.

Saiba mais




comentários