Fazer ou não uma hipoteca?

Fique por dentro dos riscos e das vantagens de escolher o refinanciamento de imóvel.

Fazer-ou-não-uma-hipoteca

A hipoteca é um tipo de empréstimo oferecido por alguns bancos. Normalmente é feito por quem tem um imóvel para dar como garantia. “Além disso, essa operação costuma ser indicada para quem precisa pegar valores muito altos”, diz Tatiana Viola de Queiroz, advogada da Associação Proteste.

Como funciona

Para saber se pode liberar o dinheiro do empréstimo, o banco examina os documentos do imóvel e faz uma vistoria na casa. Além disso, ele verifica se o proprietário está com o nome sujo.

Normalmente, os bancos aceitam imóveis residenciais, mas em algumas instituições também é possível dar um imóvel comercial como garantia.

Depois da autorização do banco, o cliente pode pegar o dinheiro. E, assim como em outros tipos de empréstimo, este valor será devolvido em parcelas com juros.

Os benefícios da hipoteca

Além de conseguir um empréstimo alto, o prazo de pagamento é longo. “O cliente pode ter até 30 anos para pagá-lo”, diz a advogada.

Como existe uma casa de garantia, o banco normalmente cobra juros menores nestas prestações. Mesmo assim, é bom pesquisar as diferentes instituições que oferecem esse empréstimo. Para te ajudar a comparar, você pode solicitar propostas online.

O grande risco de hipotecar sua casa

Se você não conseguir pagar as parcelas do empréstimo, pode perder o bem. “Pela lei, uma prestação não paga já é o suficiente para fazer o cliente perder a casa. Mas os bancos costumam esperar de três a quatro prestações em atraso para tomar essa atitude”, comenta Tatiana.

Por isso, muita atenção na hora de fechar uma hipoteca. “É preciso saber como está a situação financeira atual e quais despesas podem aparecer no futuro. Se um bom planejamento não for feito, o cliente pode encontrar problemas  para pagar o que deve”, orienta o economista-chefe da Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), Nicola Tingas.

Além de organizar seu orçamento, pesquise se existem outras opções para pegar o crédito que você precisa. “Procure saber se esse empréstimo é realmente o mais adequado. Se quiser usar o dinheiro para abrir um negócio, por exemplo, existem linhas de crédito específicas para isso”, explica a profissional.

Com juros a partir de 1,15% ao mês, o refinanciamento de imóvel da Creditas está entre as melhores alternativas do mercado. Solicite a sua proposta clicando aqui.

Hipoteca e refinanciamento imobiliário são a mesma coisa?

Tecnicamente os bancos tem feito uma operação chamada de alienação fiduciária nos refinanciamentos de imóvel e a hipoteca tem sido menos utilizada. Na prática, para o consumidor, a principal característica é igual: em ambas o imóvel fica como garantia do pagamento do empréstimo.



Quer procurar o refinanciamento com as melhores taxas?

Agora é possível solicitar propostas para o refinanciamento de forma online. A Creditas oferece o refinanciamento de veículo e imóvel com taxas de juros competitivas. Clique abaixo para solicitar suas propostas agora:

 




comentários