Empréstimo com garantia de imóvel: as melhores taxas do Brasil

Confira agora quais são as melhores taxas de juros cobradas pelo refinanciamento de imóvel no Brasil e faça um bom negócio!

17-dúvidas-de-quem-vai-alugar-um-imóvel

O que é refinanciamento de imóvel?

O refinanciamento de imóvel, também conhecido como empréstimo com garantia de imóvel, é um tipo de crédito em que a sua casa fica como garantia pelo pagamento da dívida. Por conta disso, os bancos costumam oferecer condições interessantes, principalmente quando comparadas às do empréstimo pessoal, por exemplo. Assim, o cliente pega uma quantia maior emprestada e ainda tem um prazo mais longo para quitar a dívida.

Vale lembrar que, como o imóvel foi dado para ser garantia do empréstimo, é preciso pensar bem antes de pedir o refinanciamento imobiliário. Afinal, se você não der conta de pagar todas as parcelas, o banco poderá tomar o seu bem. Por isso, caso tenha dificuldades, vale a pena procurar o banco e tentar renegociar um prazo mais longo ou uma taxa de juros mais acessível. Saiba que o interesse dele é de que você consiga quitar o empréstimo, não de tomar o seu imóvel.

As melhores taxas para o refinanciamento de imóvel

Diversos bancos oferecem o empréstimo com garantia de imóvel, por isso é importante comparar as condições de cada um deles e escolher principalmente aquele que oferece uma menor taxa de juros. Confira abaixo um ranking das melhores taxas para o refinanciamento imobiliário no país.

Banco Taxa de juros
(% ao mês)
Valor do crédito Prazo de pagamento
Domus 1,14% De R$ 30 mil a R$ 1 milhão 20 anos
Barigui 1,22% Empréstimo de até 50% do valor do imóvel 15 anos
Intermedium 1,29% Empréstimo mínimo de R$ 50 mil e máximo de até 50% do valor do imóvel 15 anos
Novi 1,30% De R$ 50 mil a R$ 2 milhões (limitado a 50% do valor do imóvel) 15 anos
BV Financeira 1,50% De R$ 40 mil a R$ 1 milhão (limitado a 60% do valor do imóvel) 20 anos
Banco do Brasil 1,69% De R$ 35 mil a R$ 3 milhões (limitado a 60% do valor do imóvel) 15 anos
Daycoval 1,70% De R$ 50 mil a R$ 1 milhão (limitado a 60% do valor do imóvel) 15 anos
Caixa 1,76% De R$ 20 mil até 50% do valor do imóvel 20 anos
Santander Não informado De R$ 30 mil a R$ 2 milhões (limitado a 60% do valor do imóvel) 20 anos
Citibank Não informado Mínimo R$ 50 mil (limitado a 60% do valor do imóvel) 20 anos
Itaú Não informado Não informado Não informado
Bradesco Varia conforme análise de crédito Empréstimo de até 60% do valor do imóvel 15 anos

Entenda como esse ranking foi criado

As informações listadas acima foram obtidas nos sites dos bancos e financeiras no dia 12/01/2018 e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio. Para maiores informações e detalhes sobre o refinanciamento de imóvel, consulte a instituição de seu interesse.

Atenção: A Domus se encontra em liquidação extrajudicial, decretada pelo Banco Central, desde o dia 22/05/2018. Os clientes que ainda possuem saldo devedor com a empresa devem continuar o pagamento das parcelas até que a dívida seja quitada. Já os clientes que possuem investimentos feitos com a Domus devem aguardar as instruções da empresa para o ressarcimento dos valores, que serão pagos a partir do Fundo Garantidor de Crédito, conforme afirma esse link.

Como contratar o refinanciamento de imóvel

Para solicitar o refinanciamento imobiliário em bancos grandes como Bradesco, Caixa e Banco do Brasil, é necessário comparecer a uma agência física e fazer o pedido. O gerente fará uma análise de crédito e, após aprovado, você precisará reunir toda a documentação para dar entrada no contrato de refinanciamento.

Além disso, algumas instituições como a Creditas, oferecem a opção de o cliente fazer o pedido do refinanciamento pelo site. Após isso, um atendente entra em contato para simular o crédito e, caso ainda haja interesse, basta reunir a documentação e dar andamento ao processo.



Com juros a partir de 1,15% ao mês, o refinanciamento de imóvel da Creditas está entre as melhores alternativas do mercado. Solicite a sua proposta clicando aqui.

 

Saiba mais!




comentários