Cartão BNDES: o que você precisa saber sobre esse crédito

Como ele funciona, quem pode pedir um e qual a melhor hora para pegar esse financiamento do cartão BNDES são algumas das dúvidas respondidas aqui. Confira!

Quem é dono de uma micro, pequena ou média empresa pode pedir uma opção de crédito para ampliar esse negócio. O Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) tem o cartão do BNDES para financiar a compra de materiais e serviços que os empresários precisam. A lista é grande: são mais de 200 mil itens cadastrados no catálogo. E as taxas de juros, menores do que dos empréstimos tradicionais, também dão uma força para o crescimento da empresa porque o crédito fica mais barato no final. Se você é dono de um negócio que lucra até 90 milhões por ano, vale a pena saber mais sobre esse cartão.

Veja o que você encontra aqui:

Como funciona o cartão BNDES

As vantagens desse crédito

O que você consegue comprar com o cartão

Quem pode ter o cartão do BNDES

O passo a passo para solicitar o seu

Quando vale a pena usar esse crédito

Simule as prestações da compra com o cartão

Esqueceu a senha do cartão?

Como pedir o cancelamento

Como funciona o cartão do BNDES

Precisa de dinheiro para abrir o seu negócio? Com juros a partir de 1,15% ao mês, o refinanciamento de imóvel da Creditas está entre as melhores alternativas do mercado. Solicite a sua proposta clicando aqui.

Criado com base nas principais funções de um cartão de crédito comum, o cartão do BNDES também permite que você faça pagamentos parcelados desde que o valor não ultrapasse o limite definido pelo banco. Vale saber que a quantidade de parcelas varia entre três e 48 prestações e, por ser um cartão de crédito que faz financiamentos, saiba que não é possível pagar nada à vista. Então, se quiser antecipar alguma parcela, terá que entrar em contato com o banco que emitiu o seu cartão.

Existe a cobrança de juros por esse crédito, sendo que a taxa é pré-fixada, ou seja, ela se mantém a mesma desde o momento em que você pega o crédito até o final do pagamento. Além dos juros, existe uma taxa de abertura de crédito, cujo valor muda conforme o banco, mas não é cobrada a anuidade.

Os bancos que emitem o cartão do BNDES atualmente são: Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Banestes, Banrisul, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Santander, Sicredi e Sicoob. Mas lembrando que é importante ser correntista do banco onde solicitará o seu cartão BNDES porque as prestações são debitadas automaticamente da conta corrente.

Antecipe suas duplicatas e conte com a taxa de juros exclusiva da Rapidoo. Clique aqui para saber mais

As vantagens desse crédito

Com as parcelas fixas, o empresário sabe qual será o valor da prestação até o final do financiamento – que pode durar até 48 meses. Além disso, uma vez aprovado o cartão, você pode utilizá-lo várias vezes dentro do valor do limite. “O crédito é pré-aprovado e rotativo, ou seja, ao ter o cartão, o cliente pode utilizá-lo quando precisar ou surgir uma oportunidade de negócio. Isso permite que o empresário faça uma nova compra sem ir ao banco novamente solicitar um novo crédito”, explica o profissional de fomento do cartão BNDES, André Luis de Barros Lima. A taxa de juros, por ser uma das menores do mercado, também é uma vantagem, assim como a facilidade na aprovação.

Apesar disso, é importante saber que os bancos não recebem comissão pela venda do cartão do BNDES, então, nem sempre será fácil conseguir o seu. Provavelmente você terá que insistir nessa compra e prestar atenção para não levar nenhum seguro ou outro produto para que o banco aprove o cartão.

O que você consegue comprar com o cartão

São mais de 200 mil itens cadastrados no catálogo do site. Apesar da lista grande, muitos produtos só podem ser comprados do mesmo fornecedor. Então, antes de pedir o cartão do BNDES, acesse a lista e veja se o que você quer comprar está nessa relação. Caso contrário, pedir o crédito não vai atender a necessidade da sua empresa.

Entre os produtos estão matérias-primas e componentes industriais (resinas, embalagens, tecidos, materiais de construção), tiragens de CDs e DVDs e a compra de papel para impressão de livros, e serviços de pesquisa para desenvolvimento e inovação das empresas (com entidades reconhecidas).

Também dá para comprar serviços tecnológicos, como design, processos de software e avaliação da qualidade do produto, e cursos de qualificação profissional relacionados à tecnologia, hospitalidade e lazer, e curso de idiomas desde que esteja cadastrado no portal de operações do cartão BNDES.

Quem pode ter o cartão do BNDES

Somente donos de micro, pequena ou média empresa, com sede no Brasil, e faturamento de até 90 milhões por ano. Além disso, a empresa não pode ter irregularidades no pagamento do INSS, Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) e tributos federais. O BNDES não exige um tempo mínimo no mercado, mas o banco que fornecerá o cartão pode exigir, então, na duvida, é sempre bom confirmar essa informação com o gerente antes de pedir o cartão.

Quem não tem direito: pessoas físicas, basicamente. No caso de produtores rurais, somente os que possuem CNPJ podem solicitar o cartão. Algumas atividades econômicas não são consideradas compatíveis com a política de crédito do BNDES, como atividades bancárias que já recebem incentivos fiscais, comércio de armas, donos de motéis ou saunas.

O passo a passo para solicitar o seu

No site do BNDES

1. Acesse o portal de operações do cartão BNDES e clique no link “solicite seu cartão”;

2. Informe o CNPJ e a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE);

3. Selecione o banco onde você vai fazer o cartão (tem que ter conta corrente);

4. Preencha a proposta de solicitação do cartão e apresente a documentação exigida.

No banco

O empresário deve ir até uma agência do banco onde pedirá o cartão levando estes papeis: Balanço Patrimonial, o Contrato Social da empresa, as Atas de eleição dos administradores, a Certidão Negativa de Débito (CND) e a certidão de regularidade do FGTS. Se não houver problema com a documentação, o prazo médio de emissão do cartão é de 30 dias corridos.

Documentação necessária

– Certidão Negativa de Débito (CND), expedida pela Secretaria da Receita Federal;

– Certificado de Regularidade do FGTS (solicite no site da Caixa);

– Outros documentos que podem ser solicitados pelo banco na análise de crédito.

Quando vale a pena usar esse crédito

Uma das indicações do cartão BNDES é para o investimento em pequenas empresas que estão na etapa de crescimento ou modernização. Assim, com um negócio em andamento e dando lucro, você tem a segurança de que conseguirá pagar as parcelas do financiamento mesmo sem o crescimento esperado.

Por outro lado, o especialista do cartão do BNDES também defende o crédito para empresas que estão no começo. O motivo? “Como o crédito é pré-aprovado e o uso é automático, a vantagem de solicitá-lo assim que a empresa for aberta é uma maior autonomia do empresário para realizar seus investimentos no momento que desejar”, explica André. Se você optar por esse caminho, saiba que existe o risco do endividamento porque você não sabe se o negócio dará lucro.

Simule as prestações da compra com o cartão

Ao financiar o pagamento em mais de três parcelas, as prestações têm um valor mínimo de 100 reais. Então, procure fazer a simulação da sua prestação antes de pegar o crédito. basta acessar o portal de operações e clicar em “Simulador” no canto superior esquerdo da página. Lembre-se que o simulador mostra o valor das prestações com base na taxa de juros daquele mês.

Esqueceu a senha do cartão?

Entre em contato com a Central de Atendimento 0800-7026337.

Como pedir o cancelamento

Ele é feito diretamente com o banco que emitiu o cartão, por meio da central de atendimento.

Se você não tem direito ao cartão BNDES, confira as vantagens e desvantagens do empréstimo pessoal.




comentários