Empréstimo pessoal para autônomo - Konkero

Empréstimo pessoal para autônomo

Está precisando de dinheiro mas é trabalhador autônomo? Conheça as opções disponíveis para solicitar um empréstimo pessoal.

Comprovar renda sendo trabalhador autônomo se torna mais difícil, principalmente para contratar um crédito pessoal. Mas, antes de falar as opções que um trabalhador autônomo tem para solicitar o seu empréstimo, vamos explicar o que é ser autônomo.

Toda pessoa que exerce uma função de forma independente e sem possuir um vínculo empregatício, podendo trabalhar em casa, é reconhecida como autônoma. E como quem atua nesse perfil profissional não tem ligação com alguma empresa, e também não recebe a folha de pagamento mensal, o trabalhador autônomo tem dificuldade em comprovar sua renda ao solicitar um empréstimo pessoal.

Como fazer um empréstimo pessoal sendo autônomo

Apesar de difícil, comprovar renda sendo autônomo não é algo impossível. Diferente do que muitos pensam, existem alternativas de crédito que também atendem aos trabalhadores autônomos, onde para comprovar renda é possível apresentar os extratos de movimentação bancária.

Conheça agora quais são essas alternativas de empréstimo pessoal para autônomo:

Microcrédito

O microcrédito se trata de uma opção ao empréstimo pessoal que é destinada a microempreendedores ou qualquer pessoa física que deseja trabalhar por conta própria. Com ele é possível conseguir um crédito com valores que podem chegar a R$ 15 mil, para pagar entre 4 a 24 meses, e conseguir taxas de juros atrativas.

Ao optar pelo microcrédito, o trabalhador autônomo também terá o auxílio de um agente de crédito que ajudará na aplicação correta do dinheiro no seu negócio. Para solicitar essa modalidade de crédito é preciso ser maior de 18 anos e possuir um CPF em situação regular, ou seja, não pode ser negativado. Entenda mais sobre o microcrédito clicando aqui.

Peer to peer lending

O P2P, como é conhecido, se trata de uma modalidade de crédito onde o empréstimo é feito sem o intermédio de uma instituição financeira, e sim de pessoa para pessoa. Esse modelo de empréstimo já está presente em diversos países e vem ganhando a atenção por ter taxas de juros mais baratas.

Na prática, o peer to peer lending funciona através da conexão entre empresas ou pessoas físicas que precisam de dinheiro a outras pessoas que podem emprestar o crédito, cobrando taxas de juros atrativas.

A contratação desse crédito pode ser feita também por trabalhadores autônomos e o processo é 100% online, eliminando o intermédio dos bancos, barateando os custos e aumentando os rendimentos para quem investe seu dinheiro. Entenda mais sobre o peer to peer lending clicando aqui.

Empréstimo online

O empréstimo online pode ser uma boa opção para quem trabalha como autônomo, isso porque algumas fintechs fazem uma análise de crédito menos restrita para quem quer contratar um crédito. Outras vantagens de contratar um empréstimo online sendo autônomo é que, além do processo ser todo online, na maioria dos casos é possível conseguir o dinheiro com taxas de juros mais baratas.

Essa modalidade de crédito se assemelha ao empréstimo contratado nas instituições financeiras tradicionais, porém, o processo é mais rápido, barato e seguro, já que as plataformas utilizam de toda tecnologia para criptografar os dados que armazenam e protegê-los contra ação dos hackers.

Outro fator positivo no empréstimo online é que, utilizando uma plataforma especializada em crédito, varias propostas de empréstimo podem ser comparadas de uma vez e em um único lugar, facilitando na escolha da melhor proposta para o bolso de um trabalhador autônomo. Saiba mais sobre o empréstimo online clicando aqui.

Penhor

O penhor é uma alternativa para quem precisa de dinheiro rápido e pode ser contratada por autônomos, porque não exige a comprovação de renda. Para conseguir um empréstimo como autônomo utilizando o penhor é necessário deixar um bem, como joias ou qualquer outro bem valioso, que servirá como garantia de que a dívida será paga.

Através da penhora de bens é possível conseguir um crédito pessoal de até 85% do valor do bem deixado como garantia, e o dinheiro é liberado na hora. Porém, essa modalidade de crédito é indicada para quem precisa de dinheiro urgente, porque apesar da taxa de juros ser baixa e dificilmente supere a porcentagem de 2% ao mês, o prazo de pagamento do penhor é de 1 a 4 meses.

Saiba mais sobre a penhora de bens clicando aqui.

Refinanciamento

Se você é trabalhador autônomo e possui um imóvel ou um veículo, quitado e em seu nome, optar pelo refinanciamento para conseguir o seu crédito pessoal pode ser interessante. Isso porque essa modalidade de crédito oferece taxas de juros mais atrativas, porque o bem deverá ser deixado como garantia de pagamento da dívida.



No refinanciamento de imóvel, por exemplo, é possível conseguir um crédito pessoal de até 60% do valor do bem, que pode ser um imóvel residencial ou comercial, com um prazo de pagamento que pode durar mais de 10 anos. Já no refinanciamento de veículo é a mesma coisa, porém, o empréstimo pode ser de até 90% do valor do carro.

Mas antes contratar o refinanciamento é preciso se planejar e ter a certeza de que as parcelas poderão ser pagas corretamente.  Com o atraso da dívida, o risco de perder o imóvel ou veículo a partir da alienação fiduciária é grande. E mesmo assim essa opção ainda é uma das mais baratas quando o assunto é a contratação de um empréstimo pessoal.

Veja mais!


Precisando de dinheiro?
Solicite empréstimo pessoal online no ibi Digital.