13 dúvidas comuns sobre empréstimo pessoal

  • Google+
  • LinkedIn

Está pensando em pegar um empréstimo pessoal? Antes de solicitar esse crédito, confira tudo que você precisa saber para não ficar endividado.



Consigo um empréstimo pessoal estando negativado? O que acontece se eu não pagar em dia? E quais documentos devo separar? Essas e outras dúvidas podem surgir na hora de contratar um empréstimo pessoal, por isso, tente esclarecer todas essas questões antes de solicitar o crédito! Se você pretende pegar um empréstimo pessoal, confira as respostas para 13 dúvidas comuns sobre essa modalidade de crédito.

1. O que é o empréstimo pessoal?

Este é um tipo de crédito que bancos ou financeiras fazem sem impor tantas condições aos clientes. Normalmente, você passa por uma análise de crédito para garantir que tem condições de pagar esse empréstimo. Se aprovado o crédito, o dinheiro será liberado na conta sua corrente. Por não impor tantas condições aos clientes, o empréstimo pessoal é um dos mais caros atualmente, com uma das maiores taxas de juros do mercado.

2. É possível pedir o empréstimo pessoal estando negativado?

Sim, mas nem todos os bancos aceitam essa condição. Normalmente, são as financeiras que emprestam o dinheiro para quem está negativado, desde que você apresente como garantia um cheque de um terceiro que esteja com o nome limpo. Essa pessoa será sua garantia de pagamento e deverá assinar o contrato de empréstimo como seu fiador. Saiba mais sobre o  empréstimo pessoal com cheque.

3. Quanto dá para pegar no empréstimo pessoal?

O valor máximo depende da sua renda. Se você é correntista de algum banco, normalmente a agência já tem um limite pré-aprovado de crédito pessoal. Nesse caso, daria para pegar um valor dentro desse limite. Caso tente o empréstimo pessoal em outro banco, dependerá da análise de crédito feita por eles.

4. Onde pedir o empréstimo pessoal?

Dá para encontrar esse empréstimo em bancos, financeiras ou lojas. O banco onde você tem conta costuma ser a melhor opção porque o gerente conhece seus gastos e sabe dizer se você conseguirá pagar a dívida. Nesse caso, ele pode oferecer condições melhores do que uma financeira. Além disso, as taxas de juros de crédito pessoal feito em banco são as menores em comparação às financeiras, então, a dívida será um pouco menor no final.

5. É possível ter mais de um empréstimo pessoal ao mesmo tempo?

Sim, mas isso depende da análise de crédito feita por bancos e financeiras. Quanto mais empréstimos você tiver, menos dinheiro sobra na sua conta e, por isso, menores são as chances de o banco ou a financeira aprovarem um novo crédito.

6. Devo comparar o empréstimo pessoal antes de escolher onde fazer?

Sim, principalmente em relação às taxas de juros cobradas e ao valor final que você pagará por esse dinheiro. Um caminho é pedir o Custo Efetivo Total (CET) em diferentes bancos e olhar em quais lugares esse valor ficou menor. Quanto mais alto o CET, mais taxas você está pagando para ter o crédito.

7. Qual o prazo de pagamento do empréstimo pessoal?

Costuma ser de no máximo 48 meses. Vale saber que, no caso de um empréstimo pessoal com cheque, as instituições financeiras darão um prazo entre 45 e 60 dias para você quitar a primeira parcela.



8. Qual a taxa de juros do empréstimo pessoal?

Ela muda dependendo do banco, da loja ou da financeira que emprestar o dinheiro. A porcentagem varia entre 3,43% e 20,33%, sendo que as taxas mais altas são cobradas em lojas, onde não é exigida uma comprovação de renda para conceder o empréstimo. Em seguida, estão as financeiras e, por último, os bancos. Descubra onde fazer empréstimo pessoal com as menores taxas.

9. Quem pode pegar empréstimo pessoal?

Além de ter renda para quitar o empréstimo, é necessário ser maior de 18 anos e ter uma conta corrente em qualquer banco. Caso prefira pegar o empréstimo em uma financeira, além de ser maior de 18 anos, você terá que comprovar renda apresentando holerite ou um extrato bancário, por exemplo.

10. Preciso ser correntista?

Segundo o Banco Central do Brasil, não existe nenhuma regulamentação exigindo que você abra uma conta no banco para que ele conceda o empréstimo pessoal. Mesmo assim, algumas instituições impõe essa condição. Então, não se esqueça de perguntar ao gerente quais as exigências para a liberação do empréstimo.

11. Quais são os documentos necessários para pedir um empréstimo pessoal?

Os bancos exigem que você apresente CPF e comprovante de residência para solicitar o credito. Se você está negativado, deverá ter um fiador com CPF regularizado, pois ele será a sua garantia de pagamento. Já as financeiras podem exigir que você comprove renda apresentando holerite ou extrato bancário, além do CPF e do comprovante de residência.

12. O que acontece se eu não pagar o empréstimo pessoal?

Você receberá uma notificação da Serasa ou do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) avisando que tem um prazo para quitar a dívida. Caso contrário, seu nome será negativado e isso vai dificultar a aprovação de outros tipos de empréstimos ou de compras parceladas. Como o crédito pessoal tem uma das maiores taxas de juros entre os créditos disponíveis atualmente, a dívida cresce muito se você deixar de pagá-la. E, por isso, você corre o risco de perder o controle dessa conta. Além disso, as empresas de cobrança entrarão em contato constantemente até que você negocie o pagamento da dívida. Saiba mais detalhes sobre o que acontece se você não pagar o crédito pessoal.



13. Qual o melhor momento para pegar o empréstimo pessoal?

Apesar de estar entre os empréstimos mais caros atualmente, ele ainda pode ajudá-lo em algumas situações. Por exemplo, para uma emergência cara, que não é um gasto fixo mensal, como um atendimento médico ou uma cirurgia de risco. Também poderia ser vantajoso usar o crédito pessoal para quitar uma dívida mais cara do que ele, como é o caso do cheque especial.

Que tal conhecer outros tipos de empréstimo? Compare o crédito pessoal com o consignado e tome a melhor decisão.




Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.