Saiba como funciona o empréstimo consignado para aposentados e pensionistas do INSS

Ele é uma das modalidades de crédito com menos juros no mercado. O prazo para o pagamento é de 72 meses, o que equivale a seis anos. Saiba mais!

O empréstimo consignado para aposentados e pensionistas é um crédito que costuma ter juros menores em relação ao empréstimo pessoal. Por isso, ele é uma das opções mais indicadas para quem precisa de dinheiro para cobrir uma emergência ou dívida no cartão de crédito, por exemplo. Além disso, este tipo de empréstimo é atrativo para os bancos porque existe uma garantia de que não vão ocorrer atrasos no pagamento das parcelas, afinal, o valor é descontado do seu benefício antes mesmo que ele caia na sua conta.

Como funciona o empréstimo consignado para aposentados e pensionistas do INSS

No empréstimo consignado você recebe o dinheiro agora para pagar em parcelas, assim como em um empréstimo pessoal comum. A diferença é que as parcelas são descontadas automaticamente do seu benefício, seja ele aposentadoria ou pensão do INSS. Ou seja, antes mesmo de você receber o pagamento da aposentadoria ou pensão do INSS, o banco já faz o desconto. Assim, enquanto ainda estiver pagando as parcelas do empréstimo consignado, o valor que você vai receber será menor.

Quando aposentados e pensionistas do INSS procuram por um crédito consignado, o empréstimo é calculado com base no valor da aposentadoria ou pensão que eles recebem. Além disso, os bancos e financeiras costumam oferecer condições interessantes para pessoas nestas condições pois o consignado dá a eles uma garantia de que o empréstimo será quitado. Assim, eles conseguem oferecer taxas de juros menores e prazos de pagamento maiores, podendo chegar a até 72 meses (seis anos).

Empréstimo online: solicite sem sair de casa
Simplic: empréstimos de R$ 500 a R$ 2.500.
Lendico: empréstimos de R$ 2.500 a R$ 50 mil.
BomPraCrédito: compare e contrate empréstimos de diferentes bancos

Atenção!

Vale lembrar que o valor emprestado pelos bancos e financeiras é calculado com base no limite da margem consignável do cliente. Ou seja, o valor pago nas parcelas mensais do empréstimo consignado não pode comprometer mais do que 35% de sua renda líquida. Além disso, é regra que desses 35%, obrigatoriamente, 5% sejam destinados ao uso do cartão de crédito consignado. Desta forma, caso você já tenha um empréstimo consignado em um banco que não comprometa todo o seu limite da margem consignável, ainda existe a possibilidade de conseguir um novo crédito.

Saiba mais sobre o empréstimo consignado

Esclareça 13 dúvidas importantes sobre o empréstimo consignado.




comentários