Consórcio de Moto: 5 passos para fazer um

  • Google+
  • LinkedIn

Confira quais são os 5 passos para fazer um consórcio de moto e descubra quais são as vantagens desse negócio!

5 passos para comprar uma moto com um consórcio



Assim que você decide fazer um consórcio de moto, precisa tomar outras decisões importantes. Por exemplo: sabia que nem toda empresa de consórcio é confiável? E não seria ótimo entender quais as chances reais de levar a moto no consórcio? Veja agora algumas dicas importantes para você fazer uma boa escolha e levar a sua moto com segurança!

Os cinco passos para fazer um consórcio de moto

1. Escolha o modelo da moto

Dependendo da marca que você quiser, existe a opção de entrar em um consórcio da própria montadora. Mas se você não decidiu qual moto comprar, é fundamental saber pelo menos o valor do bem. Isso porque outras empresas, como a Rodobens, vendem consórcios de moto e você pode comprar o modelo que quiser quando receber a carta de crédito – desde que esteja dentro do valor da sua carta de crédito.

2. Pesquise onde fazer o consórcio de moto

Não importa qual a reputação da administradora do consórcio, você deve sempre confirmar se ela tem autorização do Banco Central para funcionar. Você acessa a lista com todos os nomes clicando aqui. E não tenha dúvida: se não encontrar a empresa nesta relação do Banco Central, escolha outra administradora para fechar o negócio.

3. Analise o valor das parcelas do consórcio

Cada empresa que vende consórcio pode oferecer valores diferentes de parcelas porque as taxas de administração mudam entre elas. Isso quer dizer que as taxas maiores farão você pagar mais pelo consórcio de moto. Além disso, existe uma variação de valor conforme o prazo de pagamento. Por isso, compare as parcelas em algumas empresas e, em seguida, veja se o valor muda muito em cada proposta de pagamento.

4. Pergunte sobre as formas de ser contemplado no consórcio de moto

A melhor situação que pode acontecer quando você faz um consórcio de moto é ser contemplado logo no começo. Assim, você compra logo a moto e continua pagando parcelas que costumam ser mais baratas do que em um financiamento. Mas se você depender apenas do sorteio, nem sempre terá a moto em pouco tempo.



É possível dar lances nos consórcios e levar a moto sem ser sorteado. A maioria das empresas considera o lance como a quantidade de parcelas que você oferece antecipar em um determinado mês. E quem antecipar mais, será o vencedor. No caso do consórcio de moto, pergunte para o vendedor como funcionam essas regras e, se você tiver algum dinheiro sobrando, experimente dar o lance. Esse valor provavelmente será menor do que seria a entrada de um financiamento e você leva a moto antes do que esperava.



5. Faça uma compra segura

Ao receber a carta de crédito, você poderá negociar a moto que deseja. Assim que fechar a compra, avise a empresa que administra o consórcio porque ela fará o pagamento diretamente ao vendedor. Aqui, preste bastante atenção nos documentos da moto e tenha certeza de que está tudo em dia – principalmente se a moto for usada. Nesse caso, veja também se existem multas não pagas ou IPVA atrasado.

Confira quais são as 20 coisas que você precisa saber antes de fazer um consórcio de moto!





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.