Consórcio de serviços: pague a faculdade do seu filho à vista

  • Google+
  • LinkedIn

Que tal garantir desde já o ensino superior dos pequenos? Fique por dentro das regras do consórcio de serviços e saiba como começar a guardar esse dinheiro!

Faça um consórcio e pague a faculdade do seu filho à vista_web



Quando os filhos estão terminando a escola, é comum surgir uma preocupação com os custos da faculdade. Se você já ficou em dúvida se conseguiria pagar a faculdade do seu filho, saiba que existe um caminho para te ajudar a planejar esse gasto: fazer um consórcio. Com ele, você paga as parcelas por alguns anos e se programa para ter o dinheiro quando seu filho entrar na universidade.

Quando o consórcio de serviços é uma boa opção

Principalmente se você tem dificuldade para juntar dinheiro. Afinal, no consórcio existe a obrigação de pagar os boletos todos os meses, o que costuma ser mais fácil do que tentar guardar dinheiro na poupança e mantê-lo por lá.

Mas se você tiver disciplina para juntar o mesmo dinheiro em poupança, prefira essa opção em vez de entrar no consórcio. Esse tipo de conta não cobra tarifas e ainda gera rendimentos que aumentam aos poucos a quantia que você deposita. Já as administradoras de consórcio cobram uma taxa que faz você gastar mais em cada parcela.

Saiba escolher uma boa carta de crédito no consórcio de serviços

Prefira um consórcio que tenha um prazo de pagamento igual ou próximo ao tempo que falta para seu filho terminar o ensino médio. Assim, você tem mais segurança de que será sorteado até ele entrar na faculdade. Então, com a carta de crédito na mão, poderá pagar o curso e negociar um desconto à vista. Ao pagar tudo de uma vez, você evita os reajustes que aumentam as parcelas todos os anos – e isso significa uma grande economia no custo total da formação universitária do seu filho.

Como funciona o consórcio de serviços

No consórcio de serviços, você escolhe o valor da carta de crédito, ou seja, o dinheiro que precisa para pagar a faculdade. Nos consórcios oferecidos pela Rodobens, que é parceira da Konkero, existem cartas de crédito de até R$ 10 mil, sendo que você pode comprar mais de uma carta se precisar de mais dinheiro.

O próximo passo é pagar parcelas mensais para a administradora, empresa que cuida do dinheiro e dos sorteios. Todo mês alguém é sorteado e recebe a carta de crédito, mas mesmo após ser sorteado, você continua pagando as parcelas até o final do consórcio. A pontualidade no pagamento das dívidas é importante em qualquer situação, mas saiba que no caso do consórcio o grupo depende da contribuição de todos os participantes para fazer os sorteios. Ou seja: quem deixa de pagar prejudica os outros participantes.

Se você escolher um consórcio de serviços levando em conta o valor da faculdade, mas seu filho optar por um curso mais barato, não tem problema nenhum. Quando você for sorteado, pode usar o dinheiro que sobrar na carta de crédito para quitar as parcelas restantes do consórcio. Mas se o curso escolhido for mais caro ou tiver sofrido reajustes, aí não tem jeito: você terá que pagar a diferença.



Outra situação que também pode acontecer é ser sorteado, mas ainda não ter escolhido o curso. Nesse caso, não se preocupe! Segundo Paulo Rossi, presidente da Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio (ABAC), quando você é contemplado tem até o encerramento do grupo para contratar o serviço.

Você entrou no consórcio, mas seu filho desistiu do curso?

Existem duas alternativas: sair do grupo ou continuar pagando até o final para ficar com o dinheiro. Se deixar o consórcio, pode tentar vender a sua cota para alguém que gostaria de entrar nesse grupo – e isso significa transferir a sua dívida.

A outra opção é continuar pagando as parcelas até o final do prazo e ficar com o dinheiro da carta de crédito. Mas atenção: a administradora deposita o dinheiro na sua conta somente seis meses após o final do consórcio. Até lá, ele fica retido com a empresa.



Quem quiser, também pode pedir para sair do grupo, mas terá que pagar uma multa por não cumprir o prazo estipulado em contrato. Além disso, só receberá o dinheiro que já pagou quando o consórcio chegar ao fim.

Saiba mais sobre o consórcio de serviços

Ficou com alguma dúvida?  Confira 16 perguntas e respostas sobre o consórcio de serviços.





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.