Consórcio de serviços: pague sua cirurgia plástica no nariz - Konkero

Consórcio de serviços: pague sua cirurgia plástica no nariz

Ao fazer um consórcio de serviços, você consegue pagar a tão sonhada cirurgia plástica no nariz sem comprometer a sua renda. Confira!

Você já pensou em fazer uma rinoplastia, aquela plástica que muda o formato do nariz? Pois saiba que realizar esta cirurgia pode estar mais próximo do que você imagina. Com o consórcio, você programa a sua cirurgia para daqui alguns anos e escolhe qual tem as parcelas mensais que cabem no seu orçamento.

Além de facilitar a compra de carros, motos e até imóveis, o consórcio também é uma compra viável para quem deseja fazer um procedimento estético. O consorciado participa de um grupo e, até o final do consórcio, consegue a carta de crédito com o valor correspondente à cirurgia. Confira abaixo como entrar em um consórcio nessa modalidade e fazer a rinoplastia.

Como funciona o consórcio de cirurgia plástica

Você escolhe o valor da carta de crédito, ou seja, o dinheiro que pretende gastar com a cirurgia. Nos consórcios oferecidos pela Rodobens, parceira da Konkero, os valores vão até R$ 14 mil. Com esse dinheiro, você pode fazer a plástica.

Então, você paga parcelas mensais para a administradora durante o tempo previsto no contrato. Todo mês alguém é sorteado e, com a carta de crédito na mão, pode fazer a cirurgia. Mas saiba que, mesmo após ser sorteado, você continua pagando as parcelas todos meses até o final do consórcio.

Por que o consórcio de cirurgia plástica é uma boa opção

Porque costuma ser mais barato do que fazer um empréstimo pessoal. Além disso, você assume o compromisso de pagar os boletos das parcelas – o que pode ser uma saída mais fácil para você organizar as contas e guardar dinheiro todo mês. No consórcio, a empresa que administra o grupo de consorciados cobra uma taxa de administração sobre o valor da carta de crédito, mas essa quantia é bem menor do que os juros e encargos dos empréstimos e financiamentos.

Fique atento aos pagamentos do consórcio de cirurgia plástica

Se você atrasar ou parar de fazer os pagamentos mensais do consórcio, a administradora pode vetar sua participação nos sorteios e nas assembleias dos leilões das cartas de crédito. Por isso, mantenha sempre as parcelas em dia e evite a sua desclassificação do grupo. Em caso de desistência, o consorciado receberá o valor investido na carta de crédito somente após o final do consórcio.

Quanto tempo dura um consórcio de cirurgia plástica

O consórcio usado para pagar uma plástica costuma durar de um a quatro anos, dependendo do plano contratado. Isso significa que você pode ser sorteado logo no começo ou só no final do prazo. Por isso, programe-se e saiba que a cirurgia pode demorar um pouco mais do que você imagina.

Veja também!