Consórcio de cirurgia plástica Sicoob: como funciona - Konkero
ATENÇÃO! Nunca solicitamos depósito ou pagamento para liberação de empréstimo. Isso é ilegal.

Consórcio de cirurgia plástica Sicoob: como funciona

Conheça o consórcio de cirurgia plástica Sicoob e descubra se vale a pena fechar negócio com a empresa.

Sendo um dos maiores sistemas financeiros cooperativos do país, o Sicoob (Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil) atua no mercado financeiro há cerca de 23 anos, com mais de 4,6 milhões de cooperados. A empresa está presente em todos os estados brasileiros e oferece produtos variados, como contas correntes e poupanças, empréstimos, seguros, investimentos, cartões, entre outros.

Entre os produtos disponibilizados pelo Sicoob, o consórcio de serviços pode ser interessante para quem quer fazer um curso fora do Brasil ou uma cirurgia plástica, por exemplo. Com ele, é possível financiar até 100% do serviço e fazer o pagamento em parcelas sem juros. Saiba mais como funciona o consórcio de serviços do Sicoob e entenda como usá-lo para uma cirurgia plástica.

Consórcio de cirurgia plástica Sicoob: como funciona

O consórcio de serviços Sicoob que pode ser usado para uma cirurgia plástica funciona como um consórcio tradicional. Na prática, um grupo de pessoas com o mesmo objetivo – no caso, fazer uma cirurgia plástica – se reúne e começa a juntar dinheiro, que é gerenciado pelo Sicoob. A empresa, por sua vez, realiza sorteios mensais, nos quais os contemplados têm acesso à carta de crédito que será usada no pagamento da cirurgia.

Sendo assim, o cooperado que deseja fazer um consórcio de serviços para ter como pagar a sua cirurgia plástica pode comprar uma cota com o Sicoob e escolher, entre os planos disponíveis, aquele de acordo com as suas condições e preferências. Ele deverá pagar as parcelas mensais até o final do consórcio, mesmo se já tiver ganhado a carta de crédito.

Para ter acesso à carta de crédito, é preciso ser contemplado nos sorteios mensais. É possível contar com a sorte, ou dar um lance. Assim como em um leilão, quem der o maior lance, consegue a contemplação e pode pegar a carta de crédito, tendo como pagar a cirurgia plástica desejada.

Vale saber que o consorciado não paga juros nas parcelas mensais, ele paga somente o valor da carta de crédito. Mas em compensação, é necessário pagar também uma taxa de administração, que é a remuneração que o Sicoob recebe por gerenciar e administrar os grupos, o dinheiro e os sorteios do consórcio. Isso acontece em todo tipo de consórcio, seja de serviços ou de outra categoria, e ainda em outras empresas.

Consórcio de cirurgia plástica Sicoob: qual a avaliação

A empresa administradora dos consórcios de serviços e de demais categorias no Sicoob é a Ponta Administradora de Consórcios, presente no mercado há mais de 40 anos e integrante do Sicoob desde 2011. A empresa é autorizada pelo Banco Central para funcionar e atua conforme os critérios exigidos.

No Reclame Aqui, o Sicoob é avaliado como “Bom” pelos usuários do site, com nota 7.0 de avaliação. 95,7% das reclamações registradas foram respondidas, e o índice de solução é de 71,9%. Da mesma forma, a Ponta Administradora de Consórcios também é avaliada como “Boa”, com 100% das reclamações respondidas e 75% de índice de solução.

*Os dados do Reclame Aqui foram consultados no dia 06 de maio de 2020 e estão sujeitos a alterações.

Veja também!