Consórcio de cirurgia plástica: entenda as regras - Konkero

Consórcio de cirurgia plástica: entenda as regras

Entenda quais são as regras para fazer um consórcio de cirurgia plástica e realizar seu sonho sem comprometer o orçamento!

Fazer a tão sonhada cirurgia plástica para mudar o nariz ou retirar uma gordurinha extra está mais próximo do que você imagina! Afinal, ao fazer um consórcio, dá para programar a cirurgia pagando parcelas mensais que cabem no seu bolso.

Todo o processo é feito da mesma forma que ocorre nos consórcios de veículos e imóveis: o interessado entra em um grupo administrado por uma empresa e participa dos sorteios mensais da carta de crédito, enquanto realiza o pagamento das parcelas ao longo do consórcio.

Entretanto, antes de fechar esse negócio, conheça as regras do consórcio e faça uma escolha segura!

7 regras do consórcio de cirurgia plástica que você deve conhecer

1. A administradora precisa ser autorizada pelo Banco Central para funcionar

Esse é o órgão que fiscaliza todo o sistema de consórcios no Brasil. Para saber se a administradora do consórcio que você escolheu está autorizada, clique aqui. O Banco Central disponibiliza uma central de atendimento em caso de dúvidas e reclamações sobre os serviços bancários, inclusive as empresas de consórcios. O número é o 145 e está disponível de segunda a sexta-feira, das 08:00 às 20:00.

2. Você pode participar de um grupo em formação ou que já está formado

Se o consórcio está em formação, você terá que esperar atingir a quantidade mínima de pessoas para entrarem no grupo antes de começar a pagar as parcelas. Se ele já está formado, você pode comprar a cota com a administradora ou adquirir de outro participante que desistiu do consórcio.

3. A data de vencimento da prestação é escolhida pela administradora

Não perca a data de pagamento das parcelas. Por isso procure saber o quanto antes qual é o dia de vencimento da mensalidade e veja se esta data não vai atrapalhar o seu orçamento mensal.

4. Você pode antecipar o pagamento das parcelas

Confira no contrato se a sua ordem de pagamento é direta ou inversa. Se for direta, ao antecipar as parcelas você paga as próximas que estão para vencer. Se for inversa, o adiantamento quita as últimas parcelas do seu consórcio para que você termine de pagar antes do prazo.

5. Quando for sorteado, você deverá encontrar o médico e o hospital

A administradora paga o valor da carta de crédito para o médico ou hospital que você escolher mediante apresentação da nota fiscal. Mas é sua responsabilidade encontrar um profissional de confiança para fazer a cirurgia.

6. Você consegue pegar o valor da carta de crédito em dinheiro

Desistiu de usar o dinheiro do consórcio para a cirurgia estética? Você poderá pegar a quantia da carta de crédito, mas fique atento: para isso, o consorciado terá que esperar seis meses após o consórcio acabar ou o mesmo período após ser contemplado.

7. Se você atrasar o pagamento de uma parcela, não participará do sorteio nem poderá dar lances

A administradora do consórcio pode vetar a participação dos consorciados nos sorteios e leilões, se os mesmos tiverem mensalidades do consórcio em aberto ou atrasadas. Por isso, tente quitar tudo em dia! Assim você não perde as chances de levar a carta de crédito e fazer a plástica.

Quer saber mais?