Como funciona o Consórcio de Carros: 21 dúvidas comuns

  • Google+
  • LinkedIn

Como funciona o consórcio de carros e o que acontece se você atrasar o pagamento são algumas das dúvidas de quem entra nesse negócio. Não perca as respostas para estas e outras perguntas!

image 3



Quais os caminhos para ser contemplado no consórcio de carros? E o que acontece se você atrasou o pagamento de alguma parcela? Será que você escolheu uma empresa confiável? Se você também quer saber as respostas para estas e outras perguntas comuns, chegou a hora de esclarecer as 20 dúvidas importantes sobre o consórcio de veículos. Vamos lá?

1. O que é e como funciona o consórcio de carros?

Uma administradora de consórcio de carros, que tem autorização para funcionar, começa a montar grupos de interessados em comprar um automóvel. É necessário atingir um número mínimo de participantes para sortear um carro todo mês, então, somente quando o grupo tem essa quantidade de integrantes os consorciados começam a pagar as parcelas mensais. No mínimo um participante será sorteado por mês e levará a carta de crédito para comprar o carro. Além disso, existem os lances como forma de conseguir o veículo sem esperar pelo sorteio. Os consórcios de carros costumam durar até oito anos, ou seja, você pode ser sorteado no começo ou nos últimos anos do prazo.

Entenda como funciona o consórcio de carros em dois minutos!

Quer saber mais sobre as principais regras do consórcio? A Konkero explica! Confira no vídeo:

2. Como eu participo de um consórcio de carros?

Para participar de algum grupo de consórcio de veículos, você deve procurar uma administradora porque é ela que reúne os interessados no consórcio e vende as cotas. Existem duas possibilidades: entrar em um grupo em formação, que começa quando a empresa tem o número mínimo de consorciados, ou entrar em um grupo que está em andamento. Ficou interessado? Confira os planos de consórcio de carros oferecidos pela Rodobens e compre online. É só clicar aqui.

3. Como eu faço o pagamento das parcelas do consórcio de veículos?

Assim que você entrar no consórcio de carros, receberá mensalmente o boleto na sua casa. Basta pagá-lo pelo site do banco ou no caixa eletrônico. “O boleto precisa ter todas as informações sobre o consórcio, como a quantidade de consorciados que foram sorteados no último mês”, explica o presidente da Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio (Abac), Paulo Rossi.

4. As parcelas do consórcio de carro têm juros?

O consórcio de veículos não cobra juros, mas você paga uma taxa, chamada de taxa de administração. É com esta cobrança que a empresa ganha dinheiro por organizar os grupos, realizar os sorteios e guardar os pagamentos que cada consorciado faz mensalmente. Veja as parcelas oferecidas pela Rodobens, clicando aqui.

5. As parcelas do consórcio de carros sofrem reajuste?

Sim, isso pode acontecer. Geralmente, o reajuste segue a tabela do fabricante do veículo que você escolheu, ou seja, se o carro do seu consórcio ficar mais caro, a parcela também vai subir. Por isso, o presidente da Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio (ABAC), Paulo Roberto Rossi, recomenda que você entenda esse reajuste antes de comprar a cota. “É preciso saber quais motivos farão o valor da parcela aumentar ou diminuir porque, quando eles levam em conta a tabela do fabricante do carro, o reajuste acontecerá todas as vezes que essa tabela mudar”, explica.

6. Como faço para ser contemplado no consórcio de carros?

Existem duas maneiras: o sorteio e o lance. Cada administradora faz no mínimo um sorteio mensal entre todos os participantes do consórcio que estão com o pagamento em dia. No lance, a regra muda. Os interessados disputam pelo número de parcelas que conseguem pagar naquele mês. Então, o consorciado que antecipar o pagamento de mais mensalidades levará o carro.

7. Se o meu lance não for o mais alto, eu perco meu dinheiro?

Não. Isso porque quando você dá o lance, você não faz o pagamento das parcelas que vai antecipar. Este é o momento de avisar a administradora e, caso ganhe a disputa, pagar o que decidiu. Então, quando o seu lance não vence, basta ficar com o dinheiro e planejar a próxima tentativa.

8. Quantos sorteios acontecem por mês no consórcio de carros?

O número de sorteios varia conforme a administradora porque cada uma tem as próprias regras. E também muda de acordo com o número de participantes do consórcio, uma vez que quanto mais pessoas estiverem no grupo, mais dinheiro será arrecadado para comprar o bem.

9. Como funciona a carta de crédito do consórcio de veículos?

Ao ser contemplado, você receberá uma carta de crédito. Essa carta de crédito é um documento que lhe dá direito a usar o valor dela na compra de um veículo. Só que o dinheiro será pago diretamente da administradora de consórcio para quem estiver vendendo o veículo. Se você não quitou todas as parcelas do consórcio, o veículo ficará como garantia da administradora.

10. Dá para usar a carta de crédito como lance?

Sim, e essa operação é conhecida como lance embutido. Nesse caso, você oferece uma porcentagem da sua carta de crédito como lance no leilão. Então, quando for contemplado, ela terá um valor menor para gastar no carro porque será descontado o que você deu no lance. Por exemplo: se a sua carta de crédito é de 50 mil reais, você pode fazer um lance de 15 mil reais. Se ganhar, terá 35 mil reais para comprar o veículo.

11. Eu tenho que continuar pagando as parcelas depois de ser sorteado no consórcio de carros?

Sim. Independentemente de ser sorteado no começo do consórcio, você deve continuar pagando até que todos do seu grupo recebam o carro.



12. O que acontece se eu atrasar o pagamento do consórcio de carros?

Há cobrança de juros e multa, que deverão ser pagos até o sorteio seguinte. Mas se você atrasar muitas parcelas poderá sofrer consequências mais graves, como ser excluído do grupo. No caso de um consorciado que já foi sorteado e deixou de pagar, a administradora pode entrar com um processo e fazer a apreensão do automóvel.

13. O que fazer se eu não consigo mais pagar o consórcio de veículos?

Se você percebeu que não está dando conta das parcelas, pode tentar três saídas:

  • Passar a sua participação para um interessado em comprar a sua cota;
  • Procurar outro bem mais barato que a administradora esteja sorteando, pois as parcelas podem ficar menores;
  • Em último caso, ir até a administradora e pedir sua exclusão do grupo. Você terá que pagar uma multa e esperar ser sorteado para receber o dinheiro que pagou nas parcelas anteriores.

14. Eu recebo a carta de crédito em dinheiro?

Não. Quando alguém é sorteado, deve escolher o modelo do carro e informar para a administradora, pois ela fará todo o processo da compra. O dinheiro da carta de crédito não cai na sua conta – ele é usado na compra do veículo.

15. Posso comprar outro carro ou produto com a minha carta de crédito?

Você pode mudar de modelo de carro quando for contemplado, mas não é permitido comprar um bem de outra categoria, como uma moto ou imóvel. Verifique com sua administradora quais tipos de veículos você pode comprar.

16. E se o carro que eu quero tiver um preço diferente da minha carta de crédito?

Não tem problema. Se for um modelo mais barato, você pode comprá-lo e usar o resto do dinheiro para quitar as parcelas do consórcio, o IPVA e até o seguro. Se for mais caro, você usa a carta de crédito e completa o restante do dinheiro. Confira os modelos oferecidos pela Rodobens.

17. É possível comprar um carro usado com o consórcio de veículos?

Sim, pois a carta de crédito permite que você adquira qualquer bem dentro da categoria. Mas fique atento: as administradoras costumam colocar um limite em relação ao ano de fabricação do veiculo, então, verifique essa condição no contrato.

18. Qual é o prazo máximo para retirar o carro, depois que fui sorteado?

Até o consórcio acabar. Se você for sorteado e não quiser comprar naquela hora, a administradora deve depositar o valor da carta de crédito em uma poupança e você tem o prazo mínimo de seis meses para sacar.

19. Meu carro foi roubado. Tenho que continuar pagando o consórcio?

Sim. Por isso é importante fazer um seguro quando receber o veículo, afinal, os consórcios não incluem seguros nos planos.

20. Como saber se a administradora de consórcio é confiável?

Você precisa confirmar que a empresa tem autorização do Banco Central para vender consórcios. Atualmente, a maioria das administradoras está com essa liberação, principalmente as grandes marcas. A Konkero criou um ranking com as 15 maiores administradoras de consórcio autorizadas pelo Banco Central para você começar a comparação.

21. O que pesquisar na hora de escolher um consórcio de carros?

A carta de crédito é o primeiro ponto a ser avaliado. Se você quiser um veículo mais barato, pode utilizá-la para quitar outras parcelas, mas caso você queria um veículo mais caro, terá que completar o valor. Já a taxa de administração é outro ponto a ser analisado, pois ela faz diferença no custo final do seu consórcio.



Confira os valores de carta de crédito oferecidos pela Rodobens.

Fique atento ao valor da parcela e ao prazo de pagamento, e certifique-se de que escolheu um valor que você consegue pagar todo mês. Assim, você evita dívidas no seu nome e garante o seu carro ao final do consórcio.

Veja também!





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.