Máquina de cartão: escolha a melhor para o seu negócio!

Está com dúvidas sobre a melhor opção para o seu negócio? Listamos algumas dicas de como adquirir e utilizar melhor a sua máquina de cartão. Confira!

O uso de cartões de crédito e débito para realizar compras já se tornou comum e aceitar estes tipos de cartões como forma de pagamento tem se tornado item básico dentro de um estabelecimento comercial, já que a cada dia mais pessoas procuram praticidade e segurança, principalmente quando o assunto é dinheiro.

Para efetuar a venda através de cartão, o estabelecimento precisa ter um terminal eletrônico de transmissão de dados financeiros, conhecido popularmente como máquina de cartão. Para isso, será necessário fechar contrato com uma empresa adquirente (Cielo, Rede, GetNet, etc). São essas empresas que fornecem as máquinas de cartão, através de aluguel mensal ou compra do leitor. Elas trabalham de forma diferente referente às taxas e oferecem um ou mais tipos de máquinas de cartão, de acordo com a sua necessidade.

Vantagens de ter uma máquina de cartão de  crédito e débito

Se você tem dúvidas sobre as vantagens de ter uma máquina de cartão em seu estabelecimento, veja abaixo os principais benefícios que ela pode trazer para o seu negócio.

Reduz inadimplência

Comparado às outras formas de pagamento, o risco de inadimplência por parte do cliente quando utiliza um cartão para fazer suas compras não existe.

Reduz roubo

O fluxo de caixa diminui, aumentando a segurança do local para possíveis roubos e, é possível ter um controle maior sobre o faturamento da empresa.

Aumento das vendas

É claro que pessoas que estão sem dinheiro no momento em que visitam o seu estabelecimento estão propensas a sair de mãos vazias, a menos que exista outra alternativa para se fazer o pagamento. Sendo assim, ter uma máquina de cartão é uma opção acessível, principalmente levando em consideração que a maioria das pessoas prefere sair de casa portando um cartão ao invés de dinheiro, por ser prático e para evitar correr riscos.

Facilidade com o troco

O valor cobrado é repassado diretamente à administradora do cartão, sem a necessidade de dar troco aos clientes e ter uma dor de cabeça caso o troco seja feito com o  valor errado.

Saiba como escolher a melhor máquina de cartão de crédito e débito

Para ajudar a definir se vale ou não a pena ter uma máquina de cartão, pense na seguinte pergunta: quantas vendas são perdidas?

Vale também pensar em qual forma de pagamento é possível oferecer, além de quais bandeiras serão aceitas de acordo com o público do seu negócio, afinal, aceitando diversas bandeiras de cartão o estabelecimento está sujeito a vender mais. Analisar as taxas cobradas na função crédito e débito também é muito importante.

Confira nossas dicas para escolher a melhor máquina de cartão para o seu negócio!

1. Tenha uma máquina de cartão que aceite mais de uma bandeira

Se o seu interesse é fazer com que seus clientes tenham mais recursos para a aquisição de seus produtos, a aceitação de mais de uma bandeira de cartão consequentemente aumenta suas vendas. Aceitar significa aumentar sua cartela de clientes.

2. Planeje suas vendas

Antes de começar a procura pela máquina de cartão ideal o empresário deve planejar e ter em mente uma hipótese do volume de vendas feitas com o cartão. Planejar e avaliar a situação do caixa é necessário até mesmo para resolver situações simples ligadas às finanças do comércio.

3. Vale a pena pagar a mensalidade da máquina de cartão?

Existem empresas adquirentes, como a Payleven, que oferecem máquinas de cartão que podem ser compradas pelo cliente, sem que ele precise pagar mensalidade pelo uso do leitor. Além disso, a empresa também oferece taxas que diminuem gradativamente, de acordo com a quantidade de vendas realizadas no mês.

Lembre-se: Todas as máquinas de cartão são pagas, a diferença é que algumas cobram mensalidade e outras cobram o valor do leitor de cartão.

4. Ofereça mais serviços

Além da sua função tradicional, algumas máquinas de cartão permitem ao lojista a realização de outros serviços como, por exemplo, a recarga de celulares pré-pagos. Optando por essa alternativa, o estabelecimento pode atrair mais clientes e garantir o recebimento de uma quantia que pode ajudar nas despesas durante o mês, como o aluguel da própria máquina.

5. Compare as taxas da máquina de cartão de crédito e débito

As taxas cobradas pelas empresas adquirentes variam de acordo com o tipo de máquina escolhido (Pós, Pós Wireless, POO, TEF). Existem empresas adquirentes que cobram um valor fixo mensal para o estabelecimento usar a máquina, já outras, permitem a compra da máquina, cobrando apenas um valor pelo leitor.

As taxas cobradas pelas vendas feitas em crédito também variam muito, algumas dependem do ramo de atividade do comércio que solicita a máquina de cartão. Vale lembrar que as taxas cobradas pelas operações em débito são menores.

A escolha das menores taxas influencia diretamente no valor dos produtos vendidos. Por isso, vale a pena comparar, negociar com as operadoras e escolher aquela que garante ao lojista o pagamento de taxas menores.

Há empresas que cobram mensalidade e uma taxa sobre as vendas menores, já outras não cobram mensalidade mas cobram taxas sobre vendas maiores. Ou seja, nesse caso, se o estabelecimento tem um bom faturamento, faz sentido pagar mensalidade e taxas sobre vendas menores. Mas, se as vendas com cartão forem menores, a melhor opção é contratar uma máquina que não cobra mensalidade.

Veja mais sobre os modelos de máquinas de cartão e compare as taxas cobradas pelas empresas adquirentes.

Tempo médio para receber o dinheiro da operadora de cartão

O pagamento das compras feitas com o cartão ao comércio é combinado diretamente com a empresa adquirente no ato em que for contratado o serviço pelo uso da máquina, por isso, também é importante comparar o prazo, já que cada empresa trabalha com o pagamento em prazos diferentes.

Quando a venda é feita de forma parcelada, o lojista costuma receber os valores também parcelados, mês a mês. Porém, algumas empresas adquirentes oferecem a possibilidade de adiantar o pagamento deste valor de venda para que ele seja feito ao lojista em apenas uma parcela. Essa opção nem sempre é vantajosa, pois as empresas costumam cobrar uma taxa mais alta por esse serviço.

É necessário avaliar com cada empresa como funciona esta alternativa, já que elas oferecem taxas diferentes que variam também de acordo com a máquina de cartão escolhida para o comércio.

Se necessário, peça a antecipação de recebíveis

A antecipação de recebíveis é uma maneira que o comércio tem de transformar as vendas em saldo positivo no caixa, podendo assim pagar as dívidas do próprio estabelecimento e ter dinheiro para possíveis emergências. É antecipar um valor que seria pago futuramente.

A antecipação dos valores cobrados com a máquina de cartão é uma opção para aumentar o caixa quando necessário, porém, esta opção também gera taxas – que costumam ser altas – mas os valores em si dependem de cada operadora.



A antecipação pode acontecer de duas formas: automática e avulsa.

A antecipação automática permite ao dono do estabelecimento adiantar automaticamente o recebimento do valor pago no crédito todo dia, toda semana ou em até três datas no mês. Já a antecipação avulsa permite fazer esta operação sempre que achar necessário.

Veja também!




comentários