Konkero | O guia para seu dinheiro valer mais

Previdência Privada: compare o atendimento dos maiores bancos do país

Nota do Reclame Aqui Avaliação do Reclame Aqui
6,09

Reclamações atendidas
99,7%
Reclamações solucionadas
77%

5,99

Reclamações atendidas
100%
Reclamações solucionadas
77,1%

5,19

Reclamações atendidas
99,4%
Reclamações solucionadas
72,5%

4,94

Reclamações atendidas
99,7%
Reclamações solucionadas
65,8%

1,68

Reclamações atendidas
0%
Reclamações solucionadas
31,1%

A previdência privada ou complementar é um investimento que você faz pensando no seu futuro, para garantir que terá dinheiro quando for mais velho. Ao contratar esta previdência, você paga um valor todo mês, por 20 ou 30 anos, e que será resgatado no final. Pode parecer bastante tempo, mas a ideia é essa: construir uma reserva que será a sua ajuda financeira na aposentadoria.

Quais Previdências Privadas existem


Elas são divididas em duas categorias: aberta e fechada. O que você precisa saber agora é como funciona a previdência aberta – porque ela é mais comum do que a outra e pode ser feita por qualquer um (inclusive por empresas que dão este benefício para os funcionários).

Por isso, atenção: trabalhadores com carteira assinada devem descobrir se a empresa paga a previdência para os funcionários. Quem tiver este benefício procure se informar com calma para entender qual plano a empresa paga. Provavelmente, você não precisará procurar uma previdência complementar.

Agora, quem depende apenas da contribuição com o INSS ou nunca contribuiu para o INSS, e quer começar essa reserva de dinheiro, deve ir atrás desse investimento. A previdência complementar aberta tem duas divisões: PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) e VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre). Novamente, vale a pena entender apenas uma dela, a VGBL porque ela encaixa nas necessidades da maioria das pessoas e traz mais benefícios do que a PGBL.

Lembre-se: você paga taxas para investir na Previdência Privada

A empresa que controla os planos de previdência cobra uma taxa de administração por prestar esse serviço. Se você quiser entrar neste investimento, saiba que deverá comparar esta taxa em mais de uma empresa para garantir uma boa escolha. Quanto menor a taxa de administração, melhor.

Já contribui com o INSS?


Mesmo assim pense em fazer uma previdência privada – ainda mais se você não tem o hábito de juntar dinheiro na poupança. Quando você se aposentar pelo INSS, receberá um valor menor do que o salário que terá na época. Então, o dinheiro da previdência complementar reforçará a sua renda.

Como receber o dinheiro deste investimento


No momento que você comprar a previdência privada, você deverá escolher qual a forma de pegar esse dinheiro de volta. Existem quatro opções, dependendo do tipo de investimento:

- Resgate total: Nesse caso, você tira todo o dinheiro de uma vez, após o prazo permitido em contrato.
- Renda temporária: Não dá para tirar o valor que você quiser. Nessa opção você recebe uma quantia mensal a partir da idade determinada em contrato, mas este benefício tem data para acabar – também prevista em contrato.
- Renda vitalícia: Você recebe o dinheiro todo mês, enquanto estiver vivo. Neste caso existe a opção de deixar autorizada a transferência da pensão para outro beneficiário, que acontecerá quando você falecer.