Abrir conta poupança: quais os documentos necessários - Konkero
ATENÇÃO! Nunca solicitamos depósito ou pagamento para liberação de empréstimo. Isso é ilegal.

Abrir conta poupança: quais os documentos necessários

Para fazer o cadastro no banco e abrir uma poupança, o interessado precisa apresentar alguns dados. Saiba quais são eles!

Uma forma de começar a economizar e organizar o orçamento mensal é abrindo uma conta poupança. Nela, o titular pode fazer depósitos todos os meses e reunir uma quantia, seja para fazer compras no futuro, viajar com a família ou somente para ter uma reserva de emergência. Dessa forma, é possível guardar dinheiro com mais segurança e organizar a renda pessoal.

Entre as vantagens de abrir uma poupança estão os rendimentos que ela pode trazer, por conta do ciclo de remuneração dos depósitos, logo, todo o saldo disponível tende a aumentar um pouco ao longo dos meses. Por isso é importante que o titular da conta poupança faça depósitos regulares para que a correção de juros gere valores maiores.

Ficou interessado em abrir uma poupança e começar a guardar dinheiro nela? Confira quais são os documentos necessários para solicitar a conta e saiba mais sobre os serviços e rendimentos dela!

Abertura de conta poupança: os documentos necessários

O banco precisa que o interessado apresente alguns documentos quando for abrir a conta corrente. O CPF, por exemplo, é necessário para que a instituição bancária faça uma análise de crédito e identifique qual será o plano da conta poupança que melhor atenderá os depósitos e a renda do cliente. É muito comum o gerente oferecer outros produtos, como cartão de crédito e a conta corrente junto com a poupança, por isso, o cliente deve aceitar somente os serviços que caibam em seu bolso.

Quando for abrir a poupança, o cliente também precisa levar um documento de identificação, que pode ser o RG, carteira de motorista, certidão de nascimento ou casamento, carteira de trabalho, passaporte ou carteira de entidade de classe. Essas identidades ajudarão na hora de fazer o cadastro do cliente no banco de forma mais rápida.

Outros dois comprovantes precisam ser apresentados na hora de abrir uma conta poupança: o comprovante de endereço e o de renda. Saiba mais sobre cada um deles:

Comprovante de residência: Ele comprova a residência fixa do cliente e o endereço para qual deve ser enviado o cartão e outras correspondências. Se o interessado não tiver uma conta recente de luz, água, telefone ou outro serviço em seu nome, é possível apresentar um comprovante no nome dos pais, responsáveis ou do cônjuge.

Comprovante de renda: Este documento não é obrigatório em algumas instituições, mas ele também pode ajudar na hora de encontrar o melhor plano de conta poupança para o interessado. Correspondem ao comprovante de renda holerites e extratos de salários e benefícios, carteira de trabalho com registro da remuneração atual e a declaração do Imposto de Renda mais recente.

Fique atento!

Todos os documentos citados devem ser apresentados no banco com cópias, pois todas elas ficam armazenadas junto ao cadastro do cliente.

Conta poupança: os serviços disponíveis

O cliente que possui uma poupança em seu nome tem direito a um número menor de serviços ao mês, porém, se precisar fazer mais operações além das liberadas, o banco cobrará tarifas. Portanto, fique atento aos preços de transferências e saques. Veja abaixo a relação com todos os serviços liberados na poupança:

  • Cartão de débito para fazer movimentações;
  • Dois saques gratuitos durante o mês;
  • Duas transferências por mês entre contas da mesma instituição;
  • Emissão de até dois extratos mensais;
  • Consultas ilimitadas pela internet ou aplicativo bancário.

Como funciona o rendimento da conta poupança

O cálculo do rendimento da poupança utiliza a taxa Selic e a taxa referencial, a TR. Funciona da seguinte forma:

Quando a Selic estiver abaixo ou igual 8,5%, o rendimento será a TR + 70% da taxa Selic. Se porventura o índice Selic estiver acima de 8,5%, o cálculo ficará TR + 0,5% da taxa Selic. Tendo em vista o cenário atual, R$ 100 na poupança terá um lucro mensal aproximado de 0,1733%, resultando em R$ 100,17 no total após um mês da aplicação, e R$ 102,04 depois de 12 meses.

Veja também!