Os cuidados ao usar o banco

  • Google+
  • LinkedIn

Seja na agência, no caixa eletrônico ou no internet banking, é preciso estar atento para não ser vítima de um golpe

cuidados-usar-banco



Você vai ao banco, passa cartão nas lojas, acessa o internet banking e realiza operações pelo celular. Apesar de saber usar todas as tecnologias, você está atento à segurança? De acordo com um levantamento feito pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf) e da Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV), no primeiro semestre desse ano os maiores bancos do país investiram apenas 6% de seu lucro com despesas em segurança e vigilância.

Isso mostra que as tentativas de golpe e furto ainda são freqüentes no país. Mas apesar dos investimentos dos bancos em segurança, você também precisa fazer a sua parte e se proteger em qualquer operação financeira. Por isso, conversamos com a Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN) e descobrimos quais as principais medidas para proteger o seu dinheiro. Confira!

Capriche na escolha da senha

Evite escolher senhas fáceis mesmo que você tenha dificuldade em decorá-las. É mais comum descobrir uma sequência simples de números e letras, então, isso aumenta os riscos de ter seu cartão clonado. Ou seja, não tem jeito: é preciso fazer um esforço e decorar a senha. E nada de anotá-la em um papel e guardá-la na carteira! Se você for roubado, o ladrão poderá encontrar essa anotação e gastar o seu dinheiro.

No geral, evite as senhas relacionadas a:

– Datas de nascimento;
– Telefone;
– Documento de identidade;
– Endereço da sua casa;
– Placa de automóvel;
– Sequências de números ou de letras, como 1234 ou ABCD;
– Nomes de pessoas.

Além de escolher uma senha difícil, tenha cuidado ao digitá-la nos terminais ou nas lojas em que fizer o pagamento com o cartão. Procure manter o corpo próximo à máquina ao digitar os números e jamais fale ou digite a senha para acessar a sua conta em telefones ou celulares que não sejam seus. Cuidado também com as pegadinhas! Segundo a FEBRABAN, você não deve falar ou digitar sua senha ao telefone para nenhum atendente que procurou você em nome do seu banco.

Saiba proteger seu cartão

Existem algumas atitudes que diminuem as chances de você ser roubado ou enganado. Veja só:

1. Nunca empreste seu cartão a ninguém. O motivo? Ele pode ser roubado, clonado ou trocado sem que você perceba.

2. Se o cartão ficar preso ou for “engolido” pelo caixa automático, aperte as teclas “Anula” ou “Cancela”. Em seguida, use o telefone que existe na cabine e tente falar imediatamente com o banco. Se o telefone não estiver funcionando, isso pode ser um golpe. Então, procure um funcionário, não digite a senha na máquina e não aceite ajuda de estranhos.

3. Em caso de perda ou roubo, ligue imediatamente para sua agência e peça o cancelamento e o bloqueio do cartão pela Central de Atendimento

4. Sempre peça o comprovante de venda. Eles certificam que a compra foi feita corretamente e registram qual valor foi pago.

5. Não coloque o cartão perto de campos magnéticos, como rádio, alarme de veículos, celulares, etc, ou em lugares muito quentes. Esses fatores podem prejudicam a leitura feita pelas máquinas.

Esteja seguro na internet

O principal cuidado é manter o antivírus sempre atualizado! Além disso, evite acessar o site do banco em computadores do seu escritório ou de qualquer lugar que o uso seja compartilhado.



Veja outros cuidados que aumentam a segurança na internet:

– Não clique em arquivos desconhecidos por e-mail nem instale nada se você não souber a origem deles. Afinal, você pode permitir a entrada de vírus no seu computador que vão roubar informações pessoais, como senhas de banco.

– Para saber se você está no site certo do seu banco (e não em uma imitação que é um golpe), procure pelo cadeado e/ou chave de segurança que aparece próximo ao endereço do site. Ele aparece quando você entra na área protegida do site, espaço onde precisa digitar a senha.

– Acompanhe sempre os lançamentos em sua conta corrente. Se perceber qualquer crédito, débito ou procedimento que não foi feito por você, entre em contato com o banco, pois seu computador pode estar infectado.

– Se estiver em dúvida sobre qualquer procedimento feito, não deixe de tirar as dúvidas com o atendimento do banco!

Como usar o cheque sem cair em um golpe

Procure escrever na folha o nome de quem receberá o dinheiro e cruze o cheque para aumentar a proteção. Risque todos os espaços vazios e evite rasuras. Além disso, quando preencher as folhas, não utilize canetas com tintas que podem se facilmente apagadas, como as hidrográficas. Ao receber um novo talão, não se esqueça de conferir os dados como nome, número da conta, CPF e a quantidade de cheques que vieram. E evite andar com o talão completo – prefira levar apenas a quantidade necessária. Lembre-se também de anotar cada pagamento feito com o cheque, assim, você consegue descobrir caso tenha a folha clonada. Por último, não deixe cheques assinados no talão e destrua as folhas de contas que não existem mais.

Outros cuidados importantes dentro dos bancos

– Só faça saques grandes se não tiver outro jeito, pois você pode chamar a atenção de alguém mal intencionado;

– Evite contar dinheiro na frente de estranhos;

– Não saia do banco com carteiras e extratos na mão.

Você sabia dessa?



Existe uma cartilha de segurança disponível gratuitamente na Internet. Nela, estão dicas e recomendações para acessar sites e navegar pela rede com mais segurança. Ela foi feita pelo Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil (CERT.br).

Você também pode saber mais sobre como acessar o internet banking com segurança e o que fazer se a transferência bancária cair na conta errada.





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.