Entenda como funciona o cheque administrativo

Se você tem dúvidas sobre o cheque administrativo, mostramos para você para que ele serve e quando usar.

Como-preencher-um-cheque-pré-datado

Você sabe o que é um cheque administrativo? Se a resposta for não, fique tranquilo, pois muita gente não sabe o que e significa e nem como adquiri-lo. Esse tipo de cheque surgiu como estratégia para diminuir o número de pessoas que pagavam suas compras com cheque sem fundo e como garantia de segurança para quem realiza a venda permitindo essa forma de pagamento. Também é bastante utilizado para comprar algo que tenha um valor alto, como um imóvel, por exemplo.

Confira o que a Konkero separou para você sobre o cheque administrativo e entenda melhor como ele funciona e como solicitá-lo ao banco.

O que é cheque administrativo

Com o alto índice de inadimplência por parte de pessoas que passavam cheques sem fundo, muitos credores deixaram de aceitar o cheque convencional como forma de pagamento para problemas no pagamento pela venda realizada e, por conta disso, os bancos passaram a emitir o chamado Cheque Administrativo. 

O cheque administrativo é um tipo de documento emitido pelo banco como  garantia para o credor de que ele receberá um cheque com fundos suficientes para arcar com o pagamento da compra. Tendo em vista a segurança tanto de quem dará o cheque, quanto de quem vai receber, o cheque administrativo também se diferencia do cheque convencional por ser emitido apenas por uma instituição financeira e ser descontado do cliente o valor referente ao cheque no ato da solicitação do mesmo.

Diferença entre cheque administrativo e cheque pré-datado

Enquanto o cheque administrativo é preenchido pelo próprio banco através do pedido feito pelo cliente, sendo ele correntista ou não da instituição, no cheque pré-datado quem preenche a folha é o próprio cliente e dono do cheque. Esta é a principal diferença, mas o uso desses dois tipos de cheques também é diferente, já que o pré-datado é usado em compras em geral, tendo a data de depósito e resgate do valor por parte do credor em até 30 dias, e o cheque administrativo tem como função facilitar e tornar seguro o processo de compras, muito utilizado para aquisições com um valor alto – como um imóvel ou carro, por exemplo.

No processo de aquisição do cheque administrativo, a quantia referente a essa troca será debitada automaticamente da conta da pessoa que precisa do cheque ou, no caso de não ser correntista, o dinheiro deverá ser entregue ao banco no momento de solicitação do documento.

Quem pode adquirir o cheque administrativo

Qualquer pessoa com interesse em efetuar o pagamento com um cheque emitido pelo banco, seja para comprovação ao credor de que ele vai receber o valor da compra sem maiores problemas, ou por segurança, por se tratar de um documento e não dinheiro vivo. Porém, para correntistas do banco em que esse pedido será feito, o processo pode ser mais seguro, já que a quantia em dinheiro que será repassada ao banco na emissão do cheque administrativo poderá ser transferida através da conta corrente e não em dinheiro vivo, como faria quem não é correntista da instituição.

Sendo assim, todos podem fazer o pedido do cheque administrativo, mesmo que não tenha conta no banco em que o documento será emitido. Ocorre que, em alguns casos, o banco restringe a emissão deste tipo de cheque somente a seus correntistas, poranto, o ideal é consultar a instituição antes de solicitar o cheque administrativo.

Como solicitar o cheque administrativo

O cheque administrativo pode ser pedido diretamente ao caixa ou com o gerente do seu banco, mas é preciso pagar uma taxa para que ele seja emitido. Essa taxa varia para cada instituição financeira, por isso, você tem que consultar seu banco e verificar qual o valor cobrado por ele para esse tipo de serviço.

Para solicitar o cheque administrativo, você deverá fazer o pedido ao banco e ter em mãos os dados do beneficiário, ou seja, de quem vai receber e depositar o cheque para conseguir o dinheiro.

Os dados necessários são: nome completo do beneficiário que receberá o cheque, nome do banco em que ele tem conta assim como o número da conta corrente e agência e o valor que será dado a ele. Esses dados são necessários porque o cheque administrativo também é um cheque nominal, já que é emitido para quantias acima de R$100.

Na verdade, você está comprando esse cheque e, assim como toda compra, é importante guardar o recibo que o banco entregará a você como garantia de que o valor do cheque foi pago a eles e também, garantindo a você a recuperação do valor ou a emissão de um novo cheque administrativo caso o mesmo seja danificado ou roubado.

Veja também!




comentários