Deu erro no depósito ou na transferência: o que fazer?

  • Google+
  • LinkedIn

Saiba o que fazer em quatro enganos comuns na movimentação de dinheiro e não saia no prejuízo!

senha caixa eletronico



Atualmente, tanto a internet quanto a agência bancária costumam ser opções seguras para depositar ou transferir dinheiro para outra conta. Apesar disso, alguns erros ainda podem mandar o dinheiro para a conta errada ou fazê-lo voltar para a sua. O que você verá agora são os caminhos para resolver quatro enganos comuns desta movimentação financeira.

Quatro erros comuns ao fazer um depósito ou transferência

1. Depositei ou transferi o dinheiro para a conta errada

Quando você digitar um número por engano e erra a conta para a qual deveria mandar o dinheiro, procure corrigir a situação o quanto antes. Neste caso, como a responsabilidade neste caso não foi do banco, ele não sabe que o dinheiro foi para a conta errada e não tentará recuperar esse valor se não for avisado. Se isso acontecer, procure o gerente ou o atendente da agência e peça ajuda para a devolução do dinheiro para a sua conta – mas saiba que nem sempre será possível pegar esse valor de volta.

Fique ligado: se o correntista que recebeu o dinheiro por engano já gastou esse valor, você pode fazer um Boletim de Ocorrência (B.O.) para registrar essa situação. Em São Paulo, acesse o site da Secretaria de Segurança Pública ou vá à delegacia mais próxima da sua casa.

2. O dinheiro voltou para minha conta

Se a transferência ou o DOC/TED não caiu na conta certa e voltou para a sua – chamado de estorno, você só precisa conferir qual foi o erro (se digitou a conta ou a agência errada) e fazer uma nova transação. Mas no caso de um depósito, a situação fica um pouco pior porque você levará mais tempo para refazer o pagamento. Nesse caso, ainda será necessário ligar para o atendimento ao consumidor do banco e pedir orientações sobre como refazer o pagamento.

Apesar de parecer um problema simples de ser resolvido, saiba que o prejuízo pode ser maior dependendo da dívida que deveria ter sido paga com o dinheiro que voltou. Por exemplo, no caso do atraso de um aluguel, o dono do imóvel tem o direito de cobrar multa pelo atraso. Vale a pena explicar a situação, mas entenda que nem sempre ele vai deixar de cobrar por esse atraso.

3. Recebi um dinheiro que não era para mim

Nesse caso, provavelmente alguém fez um depósito ou uma transferência para a conta errada, então, não gaste esse valor! Isso porque o banco e o dono do dinheiro vão procurar esse valor e resgatá-lo da sua conta. Por isso, avise a central de atendimento ao cliente sobre o engano e deixe essa quantia de lado para evitar problemas no futuro.



4. O dinheiro não caiu e desapareceu

Este caso é raro, mas pode acontecer. Aqui, você faz o depósito e o dinheiro não chega à conta certa, mas também não volta para você. Procure o comprovante e ligue no atendimento ao cliente para avisar sobre esta situação. Somente o gerente ou o atendente saberão ajudá-lo a encontrar o dinheiro depositado.

Entenda as diferenças entre o depósito e a transferência

Empréstimo online: solicite sem sair de casa
Simplic: empréstimos de R$ 500 a R$ 2.500.
Lendico: empréstimos de R$ 2.500 a R$ 35 mil.
BomPraCrédito: compare e contrate empréstimos de diferentes bancos

Depósito

Você tem uma quantia em dinheiro ou um cheque para colocar em uma conta. É possível fazer esse depósito tanto no caixa eletrônico quanto em uma agência com um atendente. Saiba que você não descobrirá na mesma hora se o dinheiro foi para a conta errada, afinal, o banco demora para fazer essa compensação. E o mesmo vale para o cheque: se ele estiver sem fundo ou sem alguma informação, você saberá somente depois. Por isso, é muito importante guardar o comprovante de qualquer depósito que você fizer.



Transferência bancária

Nesse caso, você vai usar o internet banking para passar dinheiro de uma conta para outra desde que as duas sejam do mesmo banco. Nesse caso, se você digitar uma conta que não existe, provavelmente o banco identificará o erro antes de você terminar o processo. Mas mesmo assim existe a chance de você digitar uma conta que existe, mas que não era do correntista para quem você deveria mandar o dinheiro. Nesse caso, guarde o comprovante e procure enviá-lo para o e-mail de quem receberá esse valor.

Existem mais duas formas de mandar dinheiro para outra conta usando o internet banking, que são a Transferência Eletrônica Disponível (TED) ou o Documento de Ordem de Crédito (DOC). Ambos valem para quem precisa transferir dinheiro para um correntista de outro banco. Quando algum erro acontece nesse processo, o dinheiro pode voltar para a sua conta. Então, nesse caso, também é importante guardar os comprovantes das operações.





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.