Conta Jurídica Itaú: como fazer - Konkero

Conta Jurídica Itaú: como fazer

Você precisa organizar as finanças da sua empresa? Conheça a conta corrente para pessoa jurídica do banco Itaú. 

Estar a frente de um negócio requer muita atenção para diversos setores da empresa. O departamento de finanças é um dos mais importantes, porque é nele que transitam todos os pagamentos e transferências para os colaboradores e o capital de giro para o funcionamento da empresa.

Os bancos oferecem diversos serviços destinados às empresas com o objetivo de ajudar o setor financeiro como um todo. Um dos produtos mais oferecidos para pessoas jurídicas é a conta corrente PJ. Geralmente elas possuem limites de transações maiores e mais serviços disponíveis para a sua empresa do que nas contas para pessoa física.

Confira a seguir como abrir uma conta corrente PJ no banco Itaú.

Conta corrente Pessoa Jurídica Itaú

A conta corrente jurídica do Itaú oferece alguns benefícios para as empresas que possuem contrato com o banco. Os clientes podem utilizar a Conta Certa e realizar pagamentos de salários, emitir boletos e realizar transferências. O Itaú oferece quatro pacotes diferentes para que a empresa use os serviços de acordo com o seu porte e o preço deles pode variar entre R$ 81 e R$ 440.

Além de poder usar todos os itens inclusos do Conta Certa, a conta corrente PJ do Itaú libera que a empresa utilize os serviços da Maquininha Rede e receba pagamentos dos clientes com o cartão de débito ou de crédito. A conta PJ do banco também permite emitir boletos e realizar pagamentos online com os canais digitais (internet banking, aplicativo Itaú).

Como abrir uma conta jurídica no Itaú

Se você é um empreendedor ou microempresário e quer abrir uma conta jurídica no Itaú será necessário ir até uma agência do banco com alguns documentos. Também é possível enviar uma proposta no site do Itaú. Caso ela seja aprovada, o banco entrará em contato para formalizar a contratação da conta corrente PJ. Os documentos necessários para a abrir a Conta Certa são:

Documentos do representante

  • Documento de identificação com foto;
  • Comprovante de inscrição do CPF;
  • Comprovante de endereço recente.

Documentos da empresa

  • Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral no CNPJ (emitido em até 90 dias na página da Receita Federal);
  • Documento de constituição da empresa registrado pelo órgão competente;
  • Comprovante de endereço da empresa atualizado (emitido em até 180 dias);
  • Documento de autorização dos representantes legais da empresa a abrir conta;
  • Procuração registrada em cartório (se houver procurador).

Seja um Microempreendedor Individual

Tem o seu próprio negócio e deseja regularizar a situação? Saiba que existe um jeito simples de registrar a sua empresa e legalizar o serviço: se tornando um Microempreendedor Individual (MEI). Nessa formalização, você não paga impostos federais, e sim uma taxa única por mês que dá direito aos benefícios do INSS, como auxílio maternidade, auxílio doença e aposentadoria. Confira como abrir uma empresa como Microempreendedor Individual.

Veja também!