Saiba quanto custa anualmente abrir uma conta corrente

  • Google+
  • LinkedIn

Economize seu dinheiro – ou não gaste nada! – escolhendo um pacote que atenda suas necessidades

Conta corrente



Abrir uma conta corrente é a primeira condição para ter acesso a muitos serviços dos bancos, como o cartão de débito, talão de cheques e as linhas de crédito para financiamento de imóvel e empréstimo pessoal. Porém, nem toda conta deixa você usar os mesmos serviços, além de disponibilizá-los em quantidades diferentes. E o que define quais serviços você pode ter é o pacote que você vai escolher.

Todos os bancos foram obrigados a criar no mínimo quatro pacotes básicos para os clientes, além de oferecer uma opção gratuita. Os básicos são iguais em todos os bancos em relação à quantidade e ao tipo de serviço, mas cada instituição cobra valores diferentes. A prova disso é que dá para economizar até R$ 279,60 dependendo de onde você abrirá a sua conta corrente.

Confira a seguir os valores dos pacotes cobrados nos seis principais bancos do país e saiba quais serviços estão inclusos em cada um.

Os pacotes que existem em todos os bancos

São quatro opções padronizadas, sendo que cada uma oferece tipos e quantidades diferentes de serviços. A taxa fixa cobrada todo mês também muda e, dependendo do valor, faz você gastar muito mais do que poderia. Veja abaixo os nomes destes pacotes e quais serviços estão inclusos na taxa fixa.

Serviços por mês

Pacote básico 1

Pacote básico 2

Pacote básico 3

Pacote básico 4

Saques

4

4

6

8

Folhas de cheque

2

5

10

Extrato 30 dias

2

4

6

6

Extrato outros períodos

2

2

4

4

Transferência no mesmo banco

2

2

4

6

DOC

1

2

3

TED

1

2

3

Agora que você já sabe quais pacotes existem e o que eles oferecem, é hora de decidir em qual banco contratar o serviço. A Konkero descobriu os preços destes quatro pacotes nos seis maiores bancos do país (Bradesco, Banco do Brasil, Caixa, HSBC, Itaú e Santander). Veja abaixo os valores:

Pacote Básico 1

Você economiza R$ 16,80 em relação ao banco mais barato (HSBC) contra o mais caro (Itaú). Esta é a versão mais simples que o banco cobra pelos serviços básicos da conta corrente. Ele não dá direito a folhas de cheque, DOC ou TED, então, lembre-se disso antes de assinar o contrato. Veja as tarifas cobradas por ano:



Banco

Pacote Básico 1 (custo anual)

HSBC

R$ 122,40

Caixa Econômica Federal

R$ 130,80

Bradesco

R$ 131,40

Santander

R$ 136,80

Banco do Brasil

R$ 138,60

Itaú

R$ 139,20

 

Pacote Básico 2

Nessa versão, você tem direito a alguns serviços a mais em relação ao pacote anterior. O preço pago por isso? Até R$ 222 por ano com tarifa para usar essa conta corrente. E veja que dá para economizar R$ 61,20 no ano se optar pelo HSBC em relação ao Itaú.

Caso decida fechar o pacote 2, veja abaixo se o banco que você escolheu está entre os mais caros ou não:

Banco Pacote Básico 2 (custo anual)
HSBC R$ 160,80
Caixa Econômica Federal R$ 201,00
Santander R$ 212,40
Bradesco R$ 216,00
Banco do Brasil R$ 221,40
Itaú R$ 222,00

 

Pacote Básico 3

Para ter direito à quantidade de serviços desta opção, você chega a pagar até R$ 289,20 por ano só com tarifas. Caso precise do pacote 3, compare os valores abaixo. Note que você economiza R$ 75,60 se escolher o HSBC  e não o Itaú.

Banco Pacote Básico 3 (custo anual)
HSBC R$ 213,60
Caixa Econômica Federal R$ 268,80
Bradesco  R$ 269,40
Santander  R$ 280,80
Banco do Brasil R$ 288,60
Itaú R$ 289,20

 

Pacote Básico 4

Esta é a opção mais completa entres os pacotes obrigatórios, portanto, também é o mais caro. Compensa comprá-lo se você realmente precisa da quantidade de serviços oferecidos. Veja que daria para economizar R$ 126 por ano escolhendo os pacotes do HSBC em relação à opção do Itaú.

Banco Pacote Básico 4 (custo anual)
HSBC R$ 306
 Caixa Econômica Federal R$ 398,40
Bradesco R$ 399
Santander R$ 422,4
Banco do Brasil R$ 431,40
Itaú R$ 432

 

Dica Konkero

Mudar a conta corrente para outro banco só compensa quando você sabe que pagará menos tarifas. Por isso, sempre compare as taxas e confirme que a troca trará vantagens para o seu bolso. Clique aqui e leia os cinco passos importantes para trocar de banco.

Que tal não pagar nada por mês?

Existe uma conta gratuita, que não cobra tarifas, mas que permite um número limitado de serviços. São eles:

Serviços

Quantidade por mês

Saques

4

Folhas de cheque

10

Extrato 30 dias

2

Extrato outros períodos

Transferência no mesmo banco

2

DOC

TED

 

Portanto, se você utiliza somente essa quantidade de serviços, pode optar pela conta corrente gratuita e cortar esse gasto de seu orçamento. E, se você precisar de mais opções que não estão inclusas no pacote gratuito, terá que pagar por isso – o que pode sair caro.



Outras possibilidades que o banco é obrigado a fornecer:

  • Um cartão de débito que faz saque no caixa eletrônico e;
  • Compensação de cheques;
  • Consultas da sua conta pessoal pela internet;
  • Conta digital de graça com vários serviços disponíveis. Para saber mais clique aqui.

Entenda como essa matéria foi criada

Essa matéria pretende trazer informações que vão ajudar nossos usuários a tomarem as melhores decisões. Por esse motivo, ela nunca deve ser usada sozinha. As condições dos bancos podem mudar. Portanto, é fundamental que o usuário negocie com diferentes bancos antes de fechar negócio. Os valores das tarifas foram divulgados por cada banco em outubro de 2016.

Veja também!





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.