Título de capitalização como garantia de aluguel: entenda como funciona - Konkero
ATENÇÃO! Nunca solicitamos depósito ou pagamento para liberação de empréstimo. Isso é ilegal.

Título de capitalização como garantia de aluguel: entenda como funciona

Você sabia que o título de capitalização pode te ajudar quando você estiver alugando um imóvel? Veja como ele funciona como garantia de aluguel.

O título de capitalização é vendido como investimento em muitos bancos. É comum que os gerentes só falem sobre as qualidades do produto enquanto o apresentam aos clientes, porém, é bom saber que nem tudo é o que parece: esses títulos oferecem mais desvantagens do que vantagens a quem os compra, não valendo a pena.

No entanto, apesar de ser um produto ruim para quem quer guardar ou aplicar dinheiro, o título de capitalização pode ser útil no momento de alugar um imóvel. Normalmente, o proprietário solicita uma garantia aos locatários, como um cheque caução, um fiador ou um seguro-fiança, ou, ainda, um título de capitalização. Saiba mais sobre como funciona esse título e como ele pode servir como garantia de aluguel.

Título de capitalização: como funciona

O título de capitalização é considerado por muitos uma forma de investimento, que normalmente é oferecida pelo banco onde o cliente tem conta corrente. Ao contratar esse tipo de título, o cliente tem debitado de sua conta um valor mensal, assim como uma poupança programada, ou ainda, ele pode fazer o pagamento à vista.

O dinheiro dos pagamentos é acumulado e sofre a incidência de juros, proporcionando um rendimento sobre ele. Porém, a taxa de juros é bem baixa, o que faz com que o rendimento seja muito pouco.

Durante o período dos pagamentos, prazo que foi estabelecido em contrato, o cliente também concorre a prêmios em dinheiro, assim como um jogo lotérico. Por isso, é comum que esses títulos sejam chamados de “jogos”, uma vez que é preciso que o cliente pague para participar dos sorteios.

Além disso, diferente de uma poupança, na qual o dinheiro que foi depositado pode ser resgatado a qualquer momento, no título de capitalização há um tempo determinado para o resgate. Caso o cliente queira resgatar suas economias antes desse prazo, ele terá que pagar uma multa.

Título de capitalização como garantia de aluguel: como funciona

Ao alugar um imóvel para outra pessoa, o proprietário tem o direito de pedir uma garantia, evitando ser vítima de inadimplência. Assim, as garantias envolvem coisas que pagarão o locador no caso de os locatários deixarem de pagar, como é o caso do cheque caução, do fiador e do seguro-fiança.

O título de capitalização também pode ser usado nesta garantia. Ao buscar esse título, deve-se procurar o título de capitalização que é específico para a finalidade de garantia de aluguel.

O inquilino não deverá pagar mês a mês pelo título, mas desembolsar um valor à vista, que pode ser o equivalente a seis meses meses de aluguel ou mais, chegando a até 12 meses. Assim, caso aconteça algum imprevisto e o locatário deixe de pagar o aluguel em algum mês, o locador pode resgatar parte do dinheiro investido no título de capitalização e cobrir o prejuízo daquele período.

Ao fim do contrato, caso tenha dado tudo certo e o locador não tenha feito nenhum resgate, todo o dinheiro que foi investido inicialmente no título de capitalização volta para o inquilino, e com um pequeno rendimento.

Vale lembrar que os resgates só podem ser feitos com a autorização do proprietário do imóvel; embora seja o inquilino que tenha feito o pagamento inicial, a garantia é para o locador. Assim, ele sempre saberá quando haverá um resgate, evitando golpes.

Título de capitalização como garantia de aluguel: vale a pena?

Para contratar um título de capitalização para garantia de aluguel, não é necessário comprovação de renda, e a sua contratação é bem simples, sem muita burocracia, o que faz com que mais pessoas possam fazer essa aquisição. Outro benefício é que algumas empresas podem manter o padrão de sorteios de prêmios em dinheiro, e ainda oferecer serviços assistenciais residenciais, como chaveiro, encanador, entre outros.

No entanto, o valor a ser desembolsado inicialmente pode ser bem alto. Considerando um aluguel de R$ 1.200, caso o locador peça a garantia de 6 meses, o locatário deverá pagar R$ 7.200 de uma vez.

Sendo assim, o título de capitalização pode ser uma boa alternativa para quem tem uma reserva financeira suficiente para arcar com o valor inicial, pois garante a devolução integral do que foi investido caso não aconteça nada de errado.

Já para quem não tem condições de pagar um valor alto de uma vez, o título não é tão indicado. Neste caso, o interessado pode optar entre um seguro-fiança, um fiador ou um cheque caução.

Veja também!